1.4.17

O discurso hipócrita e ignorante de Felipe Neto


Que o nosso país vive uma crescente onda de declínio e alienação cultural já não é uma novidade. Basta ver o que é cultuado, admirado e enaltecido não só pela mídia, mas também por boa parte da população brasileira nos dias de hoje. Tudo que envolva e tenha conotação com sexo, homossexualidade, anticristianismo e depravação ganha os holofotes midiáticos e cai rapidamente no enredo do "curta e compartilhe" com uma velocidade tão espantosa quanto seu conteúdo imbecilizante. A 'geração youtubers' construiu um exército de formadores de opinião e críticos de toda espécie - todos os tipos de assuntos são abordados, mas os que realmente chamam a atenção são aqueles que atentem contra princípios cristãos ou conservadores, como queiram. Em meio a programas de humor dessa geração youtubers, certamente os que mais se destacam são os que zombem do cristianismo, a exemplo de um lixo chamado Porta dos Fundos que tem nada menos que 13 milhões de inscritos/seguidores!
E o que dizer dos youtubers cristofóbicos que se dizem ateus (os típicos neo-ateus militantes)? Seriam eles menos piores do que os paladinos da verdade que vivem defecando asneiras ideológicas e 'filosóficas' em seus vlogs?
Quando nós vemos um moleque muito mal informado sentir-se no direito de questionar dogmas, verdades e fatos históricos que foram chancelados por mártires, doutores, pesquisadores, teólogos, cientistas e tantos gênios ao longo de mais de dois mil anos, e não apenas ser levado a sério, mas também aplaudido por muitas pessoas, fatalmente constatamos um processo que eu chamaria de definhamento cultural alienatório. Me refiro especificamente a um vídeo de um desses youtubers adorados pela molecada de hoje: Felipe Neto.
Eu particularmente só vim tomar conhecimento da existência deste rapaz há menos de dois anos. De tanto ouvir falar acabei assistindo alguns vídeos e tudo o que vi foi futilidade, asneira, idiotice e muita, mas muita hipocrisia. O jovem em questão, chamado por alguns de ator e humorista (humorista!) costuma passar uma impressão de bom rapaz, despojado, intelectual, mente aberta e etc. Explana suas opiniões acerca dos mais variados assuntos (a maioria absolutamente fútil, banal e irrelevante); faz apostas, brincadeiras e piadas típicas de crianças; pinta os cabelos de cores gritantes em troca de mais seguidores; pede dinheiro em suas 'lives' (e acreditem, tem gente que doa 5, 10, 20 reais para simplesmente ouvir um 'oi' do rapaz!).
Mas, enfim, quanto a isso devo dizer que apesar de não apreciar o nobre trabalho de Felipe Neto, acho que ele tem todo o direito de falar suas asneiras àqueles que o seguem ou pagam para ver seus shows, afinal, o que seria dos enganadores se não houvesse os enganados?
Porém, usando as próprias palavras do garoto que ganhou fama de 'malakoi' graças a outro youtuber, o músico Nando Moura (que com certeza aborda temas muitíssimo mais proveitosos e importantes), vou 'desfrutar da opinião que o mundo AINDA permite que eu tenha', ou seja, vou discordar do filósofo, pensador, cientista bíblico teen e paladino da verdade, o nobre intelectual Felipe Neto.
Eu já havia visto um vídeo onde o referido 'estudioso bíblico' tentava convencer o deputado Marco Feliciano de que toda a tradição cristã estava equivocada e que ele estava revelando ao mundo a verdade que todos precisavam conhecer: a Bíblia não reprova a prática da homossexualidade, nem o casamento gay. Ou seja, vamos rasgar tudo o que centenas de cristãos escreveram ao longo de mais de dois mil anos porque o senhor Felipe Neto enfim revelou ao mundo a verdade! Viva, viva, viva! Vamos rasgar todos os ensinamentos da Patrística cristã e introduzir na Bíblia o novo conceito cristão acerca da homossexualidade revelado por Felipe Neto.


Antes de discorrer mais profundamente sobre o assunto, vamos às notáveis e brilhantíssimas palavras do filósofo cristão (que Deus me perdoe por isso!):

"Vamos falar sobre Bíblia? Rapidamente, rapidamente a gente encerra o assunto. Menos de 10 minutos é o tempo que eu preciso para mostrar pra vocês que a Bíblia não pode ser utilizada para dizer que Deus abomina ou condena a homossexualidade, pelo menos não em 2016, 2017, 2018 ou o caralho que for.
A Bíblia é dividida em duas partes: Antigo Testamento e Novo Testamento. Antigo Testamento: texto específico, escrito pra uma sociedade muito mais primitiva do que a nossa, que precisava de regras claras, de expressões pesadas.
Aí veio um cara, puta cara foda, brilhante, genial, maravilhoso como ser humano, um tesão de ser humano. O nome desse cara era Jesus. E Jesus veio e mudou a porra toda, mudou a porra toda; criou-se o Novo Testamento. O Novo Testamento é a base de toda religião cristã.
Sabe quantos parágrafos dão a entender que ser gay é errado? Um, um parágrafo! Não é um texto, não é um capítulo, não é um livro bíblico; é uma fala! De um único indivíduo! Pergunta se esse indivíduo foi Jesus. Não. Sabe o que Jesus falou sobre os gays? Nada, nada!
Jesus andou com todo tipo de pecador, falou sobre inúmeros pecados. Era de se esperar que se a sua sexualidade tivesse a mínima relevância para Jesus Cristo ele teria dito algo, não é verdade? Nem que fosse: "Pedro, a bunda não darás".
Uma fala de Paulo em Romanos, só! "Então se Paulo falou, tá falado! Veado é anormal! Deus não gosta, Deus não quer! Vai tudo pro inferno!"
Se você vai usar uma única fala de Paulo para condenar milhões de pessoas a sofrer pela eternidade no fogo, então você tem que seguir todas as falas, de todos os apóstolos do Novo Testamento, sem uma única exceção.
"Eu sigo!" (poucos risos). Se você vai seguir todas as falas, você tem que seguir uma fala maravilhosa em Coríntios que deixa claro que a mulher dentro da igreja deve permanecer calada e se tiver alguma dúvida deverá fazer ao marido dentro de casa. Adivinha quem falou isso? Paulo!
Se você vai seguir todas as falas do Novo Testamento, você tem que seguir uma fala maravilhosa em Timóteo onde fica claro que é vedado à mulher ensinar. Se tiver alguma professora assistindo na plateia hoje, você vai pro inferno. Sabe quem falou isso? Paulo!
Qual é a conclusão que nós tiramos? Tem que descartar as coisas que Paulo falava? É! É simples e lógico! Chama evoluir como ser humano.
E se mesmo depois de tudo que nós aprendemos hoje à noite você ainda tiver a cara de pau de falar que vai continuar dizendo que ser gay é errado, puta que pariu, meu amigo, eu tentei; eu fiz o meu melhor, não consigo fazer melhor do que isso não.
O mundo ainda permite que você tenha essa opinião, é por pouco tempo, então desfruta! Mas, aí o mundo permite que eu tenha a minha opinião sobre você e que eu deixo aqui clara: Você é um filho da puta! E tem que tomar no cu!"




(Felipe Neto, o filósofo teen (de quase 30 anos) que conseguiu provar que um consenso cristão de mais de dois mil anos está errado! O filósofo teen que pôs abaixo tudo que grandes nomes da Patrística dos primeiros séculos da Era cristã escreveram sobre homossexualidade!)



Bem, vamos por partes. Notem a presunção do rapaz quando ele afirma sem vergonha alguma que em menos de dez minutos conseguirá demonstrar que a Bíblia não reprova a homossexualidade, sendo que grandes estudiosos das Escrituras Sagradas (coisa que definitivamente o senhor Felipe Neto não é) afirmaram, demonstraram e comprovaram o contrário. 
No entanto, tal qual um porta-voz da razão, ele faz questão de ignorar uma tradição judaico-cristã que em todas as épocas condenou sim a homossexualidade, tanto no Antigo quanto no Novo Testamento. Ora, será que o estudioso bíblico esqueceu de ler sobre Sodoma e Gomorra? Por que Deus destruiu estas cidades, hein moleque? 

Talvez ele imagine que Jesus Cristo, ao abrandar as antigas leis judaicas e revelar a Nova Aliança, tenha liberado ou autorizado as práticas homossexuais, mesmo sem encontrar qualquer menção que indique tal absurdo e mesmo com as várias menções que explicitamente comprovam a imutabilidade da palavra de Deus sobre condutas e práticas consideradas imorais e pecaminosas. Deus condenou e condena sim a homossexualidade, seja no passado, seja 'em 2016, 2017, 2018 ou o caralho que for'. Isso nunca vai mudar, senhor Felipe Neto. E pode esbravejar à vontade, pode chamar de homofóbico, pode mandar tomar no cu, pode dar seus showzinhos ridículos 'ou o caralho que for'.

Na verdade, o despojado Felipe Neto não se difere em nada dos tantos moleques que se metem a questionar as Sagradas Escrituras e o próprio Deus, como se qualquer ser humano na terra tivesse tal autoridade e poder para fazê-lo. 
Apesar de já ter declarado que não é ateu, que acredita em 'deus' à sua maneira, ele me lembra muito os neo-ateus 'toddynho', afinal, os neo-ateus também acreditam em um deus à maneira deles (o deus que eles pintaram, um deus espantalho, um deus super-homem). 
A forma com que o moleque se refere a Jesus Cristo mostra o quanto ele respeita e acredita em Jesus ("Aí veio um cara, puta cara foda, brilhante, genial, maravilhoso como ser humano, um tesão de ser humano"). Só mesmo alguém que não crê ou não aceita Jesus Cristo como Deus Salvador poderia referir-se assim a Ele. É óbvio que Felipe Neto é um neo-ateu toddynho enrustido! É óbvio que ele tem uma vontade imensa de mandar todos os cristãos à merda e só não o faz para manter intacto seu ar de 'bom-mocismo' e não perder seus seguidores (me pergunto qual seria a faixa etária destes seguidores e o nível de intelectualidade dos mesmos). 
Felipe Neto já deixou muito claro que não acredita em um Deus pessoal, no Deus cristão (veja o vídeo "Felipe Neto é ateu?") e que não acredita que Deus possa curar doenças, ou seja, ele não acredita em providência divina e muito menos em milagres. Traduzindo: ele não acredita em Deus. Fico imaginando a cara de um sujeito desses se pudesse conversar com cientistas que antes eram ateus e passaram a ser católicos graças a milagres que eles investigaram e não encontraram respostas. O que Felipe Neto diria, por exemplo, do manto de Guadalupe? Muito provavelmente ele daria um google para separar apenas as mentiras que já foram veiculadas a respeito e ignoraria o vastíssimo material que comprova a autenticidade do milagre.

Mas, voltando ao discurso idiota do rapaz (sobre a Bíblia), notem que ele cai em gritante contradição quando diz: "Sabe quantos parágrafos dão a entender que ser gay é errado? Um, um parágrafo! Não é um texto, não é um capítulo, não é um livro bíblico; é uma fala!"
É claro que não existe apenas um parágrafo condenando a homossexualidade no NT (como o demonstrarei mais adiante), mas mesmo que fosse apenas um ÚNICO parágrafo, isso não deixaria de evidenciar a contradição: afinal, a Bíblia reprova ou não a homossexualidade senhor Felipe Neto? Se existe uma única menção nas Sagradas Escrituras condenando a homossexualidade, mesmo que esteja comportada em único parágrafo, então a Bíblia a condena sim senhor! E não é o seu desejo ou posicionamento pessoal que vai mudar isso.
 
Hilário foi também ouvir ele tentando argumentar afirmando categoricamente que Jesus nunca disse uma só palavra sequer a respeito de homossexualidade ("Jesus andou com todo tipo de pecador, falou sobre inúmeros pecados. Era de se esperar que se a sua sexualidade tivesse a mínima relevância para Jesus Cristo ele teria dito algo, não é verdade? Nem que fosse: "Pedro, a bunda não darás".). 
Gostaria de saber porque Felipe Neto acha que Jesus Cristo não condenava a homossexualidade. De onde será que ele tirou essa ideia? Será que é por que Jesus não falou a respeito? E como ele sabe que Jesus não falou a respeito??? 
Ora, senhor estudioso, você não deve ter lido o livro do apóstolo São João até o fim, pois se tivesse lido saberia que "Jesus fez ainda muitas outras coisas. Se fossem escritas uma por uma, penso que nem o mundo inteiro poderia conter os livros que se deveriam escrever." (João 21:25) - vale lembrar que o termo homossexualidade nem existia naquela época.
Se Jesus fez inúmeras coisas que não estão nas Escrituras, imagine quantas coisas ele disse que não foram escritas. A razão pode ser muito simples e você só não enxerga porque defende a causa gay tão apaixonadamente quanto um religioso defende sua crença. 
E já que falei em crença, cabe ressaltar que você, Felipe Neto, pode até conseguir convencer alguns protestantes com esse seu discursinho mentiroso e apaixonado, mas nunca vai convencer um católico como eu, por exemplo. É que você, a exemplo dos protestantes, acha que tem autoridade para legitimar sua interpretação pessoal acerca de versículos bíblicos (tal qual agem os neo-ateus, diga-se de passagem), passando por cima de toda uma tradição milenar, entretanto, nós, católicos, sabemos que acima da Bíblia está a Igreja Católica, pois foi ela que preservou as Sagradas Escrituras para que você e todos os crentes hoje pudessem mutilá-la, deturpá-la, distorcê-la e atacá-la. Em outras palavras, a Bíblia é um produto da Igreja Católica.
Sendo assim, nós que seguimos a tradição (que protestantes menosprezam) não precisamos de nenhum moleque para nos dizer o que é e o que não é imoral, o que é ou não é pecado. Esse discurso imbecil só vai ser abraçado por seitazinhas neopentecostais que vêm realizando até casamentos gays por aí, mas nunca por católicos ou protestantes sensatos. Afinal, o sujeito precisa ser muito, mas muito burro para não compreender versículos tão óbvios do Novo Testamento como estes, por exemplo:


"Trocaram a verdade de Deus pela mentira, e adoraram e serviram à criatura em vez do Criador, que é bendito pelos séculos. Amém!
Por isso, Deus os entregou a paixões vergonhosas: as suas mulheres mudaram as relações naturais em relações contra a natureza.
Do mesmo modo também os homens, deixando o uso natural da mulher, arderam em desejos uns para com os outros,
cometendo homens com homens a torpeza, e recebendo em seus corpos a paga devida ao seu desvario."
(Romanos 1:25-27)


"Acaso não sabeis que os injustos não hão de possuir o Reino de Deus? Não vos enganeis: nem os impuros, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os devassos, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os difamadores, nem os assaltantes hão de possuir o Reino de Deus."
(I Corintios 6:9-10)




Com relação ao casamento gay, os versículos a seguir também bastam para acabar com qualquer controvérsia:


"Todavia, considerando o perigo da incontinência, cada um tenha sua mulher, e cada mulher tenha seu marido."
(I Corintios 7:2)

"Assim os maridos devem amar as suas mulheres, como a seu próprio corpo. Quem ama a sua mulher, ama-se a si mesmo." (Efésios 5:28) - Neste mesmo capítulo do livro de Efésios, é mencionado Gênesis: "Por isso, o homem deixará pai e mãe e se unirá à sua mulher, e os dois constituirão uma só carne (Gn 2,24)".


Senhor Felipe Neto, mostre-me agora qualquer versículo bíblico que oriente um homem a unir-se com outro homem ou uma mulher unir-se a outra mulher!


Quanto ao fato da suposta obrigatoriedade das mulheres permanecerem em silêncio na igreja, isso não é uma regra e nem tampouco um dogma, pois Paulo se referia claramente a uma situação vivida na igreja de Corinto que, conforme as próprias Escrituras, atravessava um momento de desordem - e nesse caso haviam mulheres diretamente envolvidas em alguns problemas. Leia o capítulo todo e não apenas alguns versículos!
Bem, na mesma fala, o moleque diz que as professoras vão para o inferno, já que o apóstolo São Paulo disse: "A mulher ouça a instrução em silêncio, com espírito de submissão. Não permito à mulher que ensine nem que se arrogue autoridade sobre o homem, mas permaneça em silêncio. Pois o primeiro a ser criado foi Adão, depois Eva. E não foi Adão que se deixou iludir, e sim a mulher que, enganada, se tornou culpada de transgressão. Contudo, ela poderá salvar-se, cumprindo os deveres de mãe, contanto que permaneça com modéstia na fé, na caridade e na santidade." (I Timóteo, 2:11-15)
Infelizmente o crítico e estudioso bíblico esqueceu-se de observar em seus livros de história que nos primeiros anos do Cristianismo as mulheres não tinham acesso às escrituras e aos ensinamentos, portanto, era-lhes terminantemente proibido 'ensinar'. Isso não quer dizer que as mulheres eram vistas como seres desprezíveis como querem que acreditemos os neo-ateus, por exemplo. Existem inúmeras passagens na Bíblia que atentam para a importância da mulher:
"Em resumo, o que importa é que cada um de vós ame a sua mulher como a si mesmo, e a mulher respeite o seu marido." (Efésios 5:33)
Nem é preciso acrescentar qualquer outro versículo que saliente a importância da mulher, já que o versículo acima deixa isso bastante claro. Além do mais, embora muitos opositores da Igreja Católica e até o próprio Felipe Neto desconheçam, foi graças ao cristianismo e à Igreja que a mulher passou a ser mais respeitada no mundo ocidental, basta observar o papel fundamental que inúmeras santas católicas desempenharam nos primeiros anos do cristianismo - algumas eram mais respeitadas do que muitos homens nobres daquela época.


Antes de finalizar, vou reproduzir o pensamento oficial da Igreja Católica a respeito de homossexualidade. Observemos o que diz o parágrafo 2357 do Catecismo católico:

"CASTIDADE E HOMOSSEXUALIDADE - A homossexualidade designa as relações entre homens e mulheres que sentem atração sexual, exclusiva ou predominante, por pessoas do mesmo sexo. A homossexualidade se reveste de formas muito variáveis ao longo dos séculos e das culturas. Sua gênese psíquica continua amplamente inexplicada. Apoiando-se na Sagrada Escritura, que os apresenta como depravações graves, a tradição sempre declarou que "os atos de homossexualidade são intrinsecamente desordenados". São contrários à lei natural. Fecham o ato sexual ao dom da vida. Não procedem de uma complementaridade afetiva e sexual verdadeira. Em caso algum podem ser aprovados."



Agora, senhor Felipe Neto e demais desinformados anticatólicos que tanto nos acusam de sermos homofóbicos, eis a vocês o golpe de misericórdia. Leiam atentamente o que diz os parágrafos 2358 e 2359 do Catecismo da Igreja Católica:

"Um número não negligenciável de homens e de mulheres apresenta tendências homossexuais profundamente enraizadas. Esta inclinação objetivamente desordenada constitui, para a maioria, uma provação. Devem ser acolhidos com respeito, compaixão e delicadeza. Evitar-se-á para com eles todo sinal de discriminação injusta. Estas pessoas são chamadas a realizar a vontade de Deus em sua vida e, se forem cristãs, a unir ao sacrifício da cruz do Senhor as dificuldades que podem encontrar por causa de sua condição."
"As pessoas homossexuais são chamadas à castidade. Pelas virtudes de auto-domínio, educadoras da liberdade interior, às vezes pelo apoio de uma amizade desinteressada, pela oração e pela graça sacramental, podem e devem se aproximar, gradual e resolutamente, da perfeição cristã."



Entendeu ou precisa desenhar?
Não condenamos de forma alguma os homossexuais, muito pelo contrário! O que reprovamos é a prática homossexual. Ora, não somos obrigados a aceitar aquilo que vocês acham lindo e maravilhoso ficar expondo como a coisa mais normal e natural do mundo! 
Vocês é que estão querendo impor suas ideias e não o contrário!
 
No início do texto citei a enorme hipocrisia de Felipe Neto em seus discursos. Pois é, da mesma forma e com a mesma intensidade que ele defende os homossexuais, ele também ataca, xinga de filho da puta e manda tomar no cu todos aqueles que discordem dele. Foi exatamente isso que ele fez ao defecar pela boca as seguintes palavras: "O mundo ainda permite que você tenha essa opinião, é por pouco tempo, então desfruta! Mas, aí o mundo permite que eu tenha a minha opinião sobre você e que eu deixo aqui clara: Você é um filho da puta! E tem que tomar no cu!"
 
Ou seja, Felipe Neto mandou todos os cristãos (e quem discorde dele) tomarem no cu. Porém a audácia maior do moleque foi dizer que "O mundo ainda permite que você tenha essa opinião, é por pouco tempo, então desfruta!". Ah, Felipe Neto, você acha mesmo que um pensamento que já dura mais de dois mil anos vai se esvair de repente como fumaça no vento só porque você decretou? Hahahahahahahahaha!!! É pra rir de pé!
Ui, "o mundo ainda permite que você tenha essa opinião, é por pouco tempo, então desfruta!". Meu Deus, que medo de Felipe Neto! Vê se te enxerga, moleque! 

O cara fala em discurso de ódio e manda tomar no cu todos que discordam dele (sem contar o episódio em que chamou de retardadas as garotas conservadoras de uma page no facebook)!
Fala em discurso de ódio e chama de homofóbico aquele que discorde das práticas homossexuais, como o fez com Marco Feliciano (como se todos que não concordassem com isso fossem homofóbicos!). 
Fala em discurso de ódio, mas faz injúrias e difamações a quem se utilize de um direito que só ele acha que pode usufruir livremente: a liberdade de expressão - e isso inclui também a liberdade de boicotar serviços, produtos ou empresas. Foi exatamente isso que ele fez com o pastor Silas Malafaia. 
Fica muito claro que Felipe Neto é tão intolerante quanto aqueles que ele chama de intolerantes. Já pensou se todos partissem para ataques pessoais no youtube ou em qualquer outra rede social contra os que pensassem diferente? Já pensou se todos agíssemos como Felipe Neto? 

Ora, agindo dessa forma, quem fomenta discurso de ódio é ele mesmo! 
Se apenas por discordar de práticas homossexuais faz com que um indivíduo seja homofóbico, devemos concluir que todos os homossexuais são 'heterofóbicos'? 
Pare de tentar jogar uns contra os outros senhor Felipe Neto! 
Pare de querer impor suas ideiazinhas mentirosas envolvendo a Bíblia Sagrada!
A BÍBLIA É UM PRODUTO DA IGREJA CATÓLICA E TANTO AS ESCRITURAS QUANTO A PRÓPRIA IGREJA NUNCA APROVARAM A HOMOSSEXUALIDADE!
Como diz o ditado: aceita que dói menos!

Felipe Neto você não é o senhor da razão e da verdade! Sua opinião (baseada na sua brilhantíssima interpretação pessoal) a respeito da Bíblia tem tanto valor e autoridade quanto a opinião que um idiota tem sobre física quântica. Acha mesmo que vai mudar a opinião dos cristãos só porque você insiste em não aceitar uma verdade INEGÁVEL?

E acredite, tem muito homossexual que discorda radicalmente de você.

Desfrute do seu sucesso, do seu status e da sua fama, afinal, o mundo que o cristianismo ajudou a estruturar permite que você fale essas asneiras hoje em dia.
Triste é saber que milhões dão ouvidos a tanta idiotice.


Renato Oliveira                31 de março de 2017



"A ira de Deus se manifesta do alto do céu contra toda a impiedade e perversidade dos homens, que pela injustiça aprisionam a verdade."
(Romanos 1:18)


















65 comentários:

  1. O discurso de Felipe Neto é mais fácil convencer um católico, e não o contrário como vc disse.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carlos André - Você diz isso porque deve estar acostumado a conversar com ateus ou pagãos praticantes que se dizem católicos. O que mais tem hoje em dia é pseudocatólico (e pseudoevangélico também) se afirmando cristão. Porém, ao contrário de TODOS os protestantes, o católico praticante obedece a uma autoridade eclesiástica, obedece a uma Igreja que NUNCA mudou seus conceitos acerca de temas como homossexualidade em mais de 2 mil anos. Já o protestante está sujeito à livre interpretação da Sola Scriptura que pode variar de seita para seita e nesse contexto temos milhares de interpretações bíblicas, uma diferente da outra, inclusive as que (a exemplo de Felipe Neto) afirmam que a prática da homossexualidade não é condenada pelas Escrituras.
      O católico, como bem afirmo no texto, tem o Catecismo (e antes dele tinha o Didaquè), tem a autoridade da Igreja. E mesmo que o Papa um dia venha a afirmar em algum discurso que homossexualidade não é pecado, nenhum católico vai concordar com ele, simplesmente porque pesa a favor da Igreja Católica toda uma tradição, todo um magistério e milhares de documentos que sempre negaram isso. Além do mais, somente documentos papais 'ex cathedra' são considerados dogmas de fé infalíveis.
      E o protestante? Se o pastor achar que homossexualidade não é pecado, os seus seguidores em sua grande maioria concordarão com ele. O Edir Macedo, por exemplo, disse com todas as letras que é a favor do aborto. Pois bem, a maioria dos frequentadores da seita Universal já são favoráveis a este crime. Se ele disser que homossexualidade não é condenado pela Bíblia, você acha que seus fanáticos seguidores discordarão dele? Baseados em quê? Na Bíblia? Ora, mas e se ele (Edir Macedo) interpretá-la como interpreta o Felipe Neto e argumentar que Jesus nunca disse nada a respeito hein?
      Conclusão: quem seria mais facilmente seduzido pelo discurso de Felipe Neto?
      O católico que obedece à autoridade da Igreja e da tradição ou o protestante que obedece a autoridade da Sola Scriptura?
      Um católico que conhece a história da sua Igreja, da Patrística, que conhece o Catecismo e etc., além de jamais cair num discurso herético, vai saber muito bem defender a sua fé diante de quaisquer acusações que se levantem contra a Igreja Católica.
      Afinal, só mesmo uma intervenção divina pode explicar o fato de que em mais de 2 mil anos de ataques, mentiras e acusações, a Igreja Católica tenha permanecido intacta em seus dogmas de fé (mesmo com tantos papas impuros que ocuparam a cadeira pontifícia). Muitos homens imorais passaram pelo trono papal e nenhum deles assinou qualquer documento 'ex cathedra' que se opusesse à verdade de Cristo, à essência cristã - coisa que protestantes fazem a seu bel prazer, conforme sua livre interpretação.
      Ou será que você, Carlos André, discorda que hoje existem centenas, milhares de denominações protestantes que seguem seus próprios conceitos bíblicos e que a maioria desses 'ministérios' diverge um do outro acerca de suas interpretações?
      Pois então me diga: todos esses ministérios protestantes aceitam o batismo infantil? Todos condenam o uso de imagens nas igrejas? Todos renegam a santidade de Maria? Todos aceitam a trindade?
      Claro que não!
      E todos condenam o aborto? Todos condenam a prática da homossexualidade?
      Pois é! Qual dessas denominações protestantes está com a razão hein?
      Entendeu agora porque é mais fácil seduzir um protestante do que um católico com esses discursos que deturpam a Bíblia?
      Aliás, tenho como opinião particular que se uma pessoa foi capaz de deixar-se seduzir pelas tantas 'verdades' do mundo protestante, sem dúvida ela é vulnerável o suficiente para abraçar qualquer 'verdade', inclusive a de que homossexualidade não é pecado. Basta interpretar um versículo de maneira livre e particular e pronto: nasce mais um Felipe Neto da vida.
      Já com o católico praticante isso é impossível, pois se o fizer deixará de ser católico no mesmo momento para se tornar um ateu (cristão!) praticante.
      Um abraço e fique com Deus.

      Excluir
    2. Puta cara chato vc é bixo.muitos ñ tão nem ai pra escrituras. A gente so quer viver a vida como ela nos permite. Chega d mimi, biblicamente correto q saco isso, vai gozar a vida pow, ñ atrapalha as foda dos outros.tu quer ser assim, tem prazer em ser assim, int blz.so ñ vem dizer como os outros devem se compotar ou viver!
      Blz.

      Excluir
    3. Delta jsp - Cara chato por que? Por manifestar o que eu penso em meu site?
      Realmente, muitos não estão nem aí para as Escrituras, e é justamente por este motivo que vivemos numa sociedade onde a inversão de valores e as mais perversas ideologias vão ganhando cada vez mais espaço.
      Quando você diz "A gente só quer viver a vida como ela nos permite" está apenas explanando o reflexo de uma sociedade caótica que não se sente mais obrigada a se subordinar à autoridade de Deus. Você afirma: "A gente só quer viver a vida como ela nos permite", porém, sem Deus isso é absolutamente subjetivo, afinal um estuprador, um assassino, um pedófilo ou qualquer outro bandido, também só "querem viver a vida como ela nos permite". Mas, sem Deus e os 10 Mandamentos o que vai garantir que a conduta moral de fulano é melhor ou mais correta que a conduta de ciclano?
      Nada! Tudo passa a ser subjetivo. Você nunca vai conseguir provar que sua conduta ou padrão moral são mais corretos que de um bandido.

      Não tem nada de 'mimimi biblicamente correto', afinal de contas, se for parar pra pensar, quem fica de mimimi são vocês, pois foi o cristianismo que fundamentou as bases morais, sociais, culturais e até científicas da civilização antiga e moderna. Ou seja, são vocês que estão querendo inverter a ordem das coisas, pois desde que o cristianismo nasceu, há mais de 2 mil anos, nós, cristãos, seguimos preceitos e conceitos morais que nunca mudaram. E como cristãos temos o dever de defender a nossa fé e lutar pela verdade, doa a quem doer.
      Quanto à sua afirmação "vai gozar a vida pow, ñ atrapalha as foda dos outros" lhe digo que não estou nem aí para a foda dos outros. Fodam-se, literalmente.
      Deus nos deu seus mandamentos, suas revelações, mas também nos deu o livre arbítrio, ou seja, cada um que faça o que achar melhor e que seja feliz. Não sou nenhum fanático a ponto de querer impor minhas convicções religiosas.
      Entretanto, isso não quer dizer que vou me calar ou aceitar tudo passivamente, como vocês, partidários do "viver a vida como ela nos permite" desejam. A evangelização sempre fez parte do Cristianismo e não será a sua vontade particular de que os cristãos se calem que vai mudar isso, afinal, desde que o mundo é mundo cristãos tiveram que conviver com ameaças reais de morte e nem por isso se calaram (até hoje tem cristão morrendo, na Síria, por exemplo, apenas pelo fato de ser cristão).
      Se eu me sentir incomodado com algum idiota que distorce a Bíblia tal qual o 'garoto ixpertinho' fez, pode ter certeza absoluta que vou postar meu ponto de vista (e o que quiser) aqui no blog, e não vai ser nenhum ateu, neo-ateu toddynho (ou o que for) que vai me dizer o que devo ou não devo abordar.

      Preste atenção nas suas palavras: "tu quer ser assim, tem prazer em ser assim, int blz. so ñ vem dizer como os outros devem se comportar ou viver"
      Rapaz, é exatamente isso que você está fazendo: está aqui querendo me dizer como devo ou não me comportar! Quer ditar o que devo escrever em meu próprio blog!

      Ou será que você acha que eu sou obrigado a concordar com seu conceito de "viver a vida como ela nos permite" (sem Deus) e convergir com tudo o que pessoas como Felipe Neto dizem?

      O chato aqui é você por encher o saco de alguém só porque pensa diferente de ti ou só por falar a verdade imutável de que a homossexualidade sempre foi condenada pelas Escrituras.

      Vá viver a sua vida como ela lhe permite, vá gozar a sua vida com seus próprios padrões morais e seja feliz!

      SÓ NÃO VENHA QUERER ME DIZER COMO DEVO ME COMPORTAR OU VIVER! E MUITO MENOS O QUE EU DEVO OU NÃO ESCREVER AQUI.
      Não é porque muitos não estão nem aí para as Escrituras que vou agir como um pseudocristão e usurpar de mim mesmo a obrigação cristã de combater e me opor à iniquidade e à mentira.

      Vá comentar nos vídeos do sábio filósofo e pensador Felipe 'Reto' - lá muitos concordarão com seu conceito de "viver a vida como ela permite".

      Forte abraço.

      Excluir
    4. Anônimo11:41 AM

      concordo, evanjegue cai mesmo em qualquer discurso. os cara acredita até em pastor kkkkkkkkkkkkkkkk

      Excluir
    5. Anônimo7:12 PM

      carlos andre, a igreja católica é guiada pelo Espírito Santo, ja as seitas evangelicas são guiadas pelo espírito de porco

      Excluir
  2. Rapaz, nem vi tudo, mas até onde cheguei no momento já esbagaçou e exterminou o mininu ixpertinhu. O resto é overkill. kkkkkk...

    ResponderExcluir
  3. Você compara um católico de verdade com um evangélico alienado. Um evangélico de verdade estuda e examinas as escrituras e só esse fato é o suficiente para não interpretar que homossexualismo não é pecado. A interpretação de Felipe Neto é rasa e tendenciosa, típica de um ateu, não dá pra comparar esse tipo de interpretação com a interpretação de quem pratica o evangelho.

    O estudo da Bíblia não é algo comum entre os católicos, ou as pessoas que se dizem católicas ao seu entendimento, são poucos os católicos de verdade. Estudar a Bíblia é comum entre evangélicos, até mesmo entre aqueles que apenas se dizem evangélicos. Os evangélicos colocam as escrituras acima da igreja, portanto mesmo que um pastor, usando de má fé, diga que o homossexualismo não é pecado, não teria o apoio dos fiéis, pois a Bíblia não abre margem para essa interpretação e tem autoridade sobre a igreja. Já católicos colocam a igreja acima da Bíblia, e se o papa apoiar esse discurso, uma grande parte dos católicos o apoiará, visto que muitos dizem que ele tem autoridade sobre a bíblia.

    Quando digo que é mais fácil um católico aceitar o discurso de Felipe Neto, falo de maneira geral (todos católicos), pois além de pesquisas mostrarem um certo apoio de uma parcela dos católicos sobre casamento gay, os vários católicos que frequentam a igreja, que conheço, são muito mais toleráveis em relação a não considerar pecado a homossexualidade, enquanto os evangélicos são enfáticos em taxar como pecado, e muitos vão até mais além em dizer que os homossexuais irão para o inferno. Os evangélicos são bem mais "radicais" nesse assunto, portanto é mais difícil de cair nesse discurso.


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carlos André - Você disse que "Um evangélico de verdade estuda e examinas as escrituras e só esse fato é o suficiente para não interpretar que homossexualismo não é pecado". Ok, isso apenas confirmou tudo o que eu já havia lhe falado antes. Ou seja, cada evangélico estuda e examina a Bíblia de acordo com sua livre interpretação, portanto, se um evangélico estudar e examinar a Bíblia e achar que "não tem nada na Bíblia condenando a homossexualidade" (tal qual Felipe Neto afirma), nem você e nem ninguém serão capazes de convencê-lo do contrário, afinal, todo evangélico se acha um 'inspirado' por Deus e todo pastor se acha um 'ungido do Senhor'.
      Aliás, você teria coragem de falar o nome da sua igreja? Quem garante que sua igreja está certa e não a Universal, ou a Mundial, ou as Testemunhas de Jeová, hein? E quem garante que não é a Igreja Católica que interpreta a Bíblia corretamente e todos vocês, protestantes, estão errados?
      E MAIS: se você coloca as Escrituras acima da igreja, me responda: PARA QUÊ FREQUENTAR UMA DENOMINAÇÃO? POR QUÊ A CADA DIA SURGEM TREZENTOS PASTORES MONTANDO OUTRAS TREZENTAS IGREJAS??? Por quê vocês tratam o pastor tal qual um papa se o que realmente importa são as Escrituras?
      Vou até usar a frase de um apologista católico: Os “evangélicos” pensam que entendem a Bíblia, mas na verdade tudo o que eles conhecem é a interpretação pessoal deste ou daquele “pastor”.
      Pare e reflita um pouco: antes da invenção da imprensa, haviam poucas Bíblias no mundo, meu caro. Ou seja, ninguém lia a Bíblia - os cristãos seguiam a Igreja e a tradição. Devemos crer que todas as pessoas que nasceram e morreram antes do século XVI foram para o inferno???
      Devemos crer que Lutero estava certo e a Igreja estava errada? Pois já que tudo está na Bíblia, me mostre onde está o versículo que diz que um homem viria no século XVI para dizer que tudo precisa ser reformado!
      Jesus disse: Ide por todo o mundo e PREGAI o Evangelho a toda criatura. Ele não disse: Ide e espalheis a Bíblia. A fé cristã também se baseia na tradição, vocês gostando ou não. Lembrando também que muito antes de Mateus sequer escrever o primeiro evangelho, o cristianismo já havia se expandido por muitos países através de homens que hoje são em sua maioria santos católicos. E aí, o que tem a dizer a respeito?
      Tem certeza que só a Bíblia salva, meu caro protestante? A Bíblia é um livro tão complexo que grandes gênios morreram sem entendê-la, portanto, não tem o menor sentido afirmar que qualquer um pode ler e interpretar a Bíblia sem consultar a tradição. Absurdo!

      Note a contradição absurda de vocês, evangélicos: você colocam as Escrituras acima da Igreja, mas ignoram o fato de que sem a Igreja verdadeira (a Católica), vocês nem teriam as Escrituras! Ou você acha que antes de Lutero foram os Ets que conservaram e preservaram as Escrituras e toda a tradição cristã?

      Excluir
    2. Alguns de vocês, evangélicos, atacam a Igreja Católica, acusando-a até de heresia, mas, se a Igreja Católica está errada e é tão impura, quem é que lhes pode garantir que ela não errou ao canonizar as Escrituras? Quem pode garantir que ela acertou em deixar de fora do Cânon os Evangelhos apócrifos de Pedro, de Tomé e tantos outros que pessoas com mentalidade igualzinha à do herege Lutero queriam introduzir na Bíblia nos primeiros anos da era cristã? Talvez você desconheça, mas nos primeiros séculos do cristianismo tentaram a todo custo introduzir doutrinas heréticas na Bíblia e não fosse a Igreja Católica, hoje você nem poderia afirmar com certeza qual evangelho é apócrifo ou não.

      Acho que vocês, evangélicos, acham que a Bíblia caiu prontinha do céu nas suas mãos. Talvez achem também que Jesus Cristo andava com uma Bíblia embaixo do braço.
      Pois vocês deveriam imitar mais a Cristo, pois Ele seguia e obedecia a tradição e o magistério, assim como fazem os católicos.
      E NEM TUDO ESTÁ NA BÍBLIA!
      Se fazes questão de interpretar de maneira tão literal a Bíblia, o que me dizes disso:
      "Antes de tudo, sabei que nenhuma profecia da Escritura é de interpretação pessoal." (II Pedro 1:20)
      "Nelas há algumas passagens difíceis de entender, cujo sentido os espíritos ignorantes ou pouco fortalecidos deturpam, para a sua própria ruína, como o fazem também com as demais Escrituras." (II Pedro 3:16)
      "Quem crer e for batizado será salvo, mas quem não crer será condenado." (Marcos 16:16) - Batizado onde (já que igreja tanto faz)? Batizado na sua igreja que surgiu há dias atrás? Batizado por quem? Por um pastor? Oai, mas por quê ser batizado por um pastor se ele pode estar equivocado na sua interpretação bíblica?


      Enfim, amigo, com todo respeito, mas além de não haver qualquer unidade doutrinária no universo protestante, é uma confusão que beira o absurdo. Não à toa, depois de Lutero o ateísmo só aumentou (veja que os países mais ateus do mundo foram os que receberam primeiro o protestantismo).

      Você disse: "católicos colocam a igreja acima da Bíblia, e se o papa apoiar esse discurso, uma grande parte dos católicos o apoiará, visto que muitos dizem que ele tem autoridade sobre a bíblia."

      Não meu caro, são vocês que odedecem cegamente a seus pastores. Existe relacionado ao Papa chamado 'ex cathedra'. Aconselho a você que estude a respeito antes de escrever esse tipo de bobagem.
      Trabalhei vários anos gravando cultos em diferentes seitas evangélicas e o que mais vi (EM TODAS, SEM EXCEÇÃO) é crente tratando pastor como Papa e até como Deus! Ninguém me falou, eu vi isso em todas. Não venha você querer me convencer que evangélico (o evangélico de verdade, como você diz) não segue o pastor ou a sua seita! É óbvio que seguem (se não seguissem nem frequentariam igrejas, não é mesmo?).

      Excluir
    3. Quanto a esta ideologia:
      "Quando digo que é mais fácil um católico aceitar o discurso de Felipe Neto, falo de maneira geral (todos católicos), pois além de pesquisas mostrarem um certo apoio de uma parcela dos católicos sobre casamento gay, os vários católicos que frequentam a igreja, que conheço, são muito mais toleráveis em relação a não considerar pecado a homossexualidade, enquanto os evangélicos são enfáticos em taxar como pecado, e muitos vão até mais além em dizer que os homossexuais irão para o inferno. Os evangélicos são bem mais "radicais" nesse assunto, portanto é mais difícil de cair nesse discurso."

      Amigo, se a gente for generalizar, como você acabou de fazer, seremos obrigados a admitir que é justamente o contrário!
      Eu já falei a respeito, mas vou repetir: NÃO EXISTE UNIDADE DOUTRINÁRIA ENTRE PROTESTANTES!
      Por acaso é a Igreja Católica que tem realizado casamento gay por aí? Não! São igrejas protestantes!
      Sendo assim, os que são mais facilmente seduzidos por mentiras anticristãs são os que vivem em permanente confusão, ou seja, os protestantes! Desde que surgiu, o protestantismo é uma absoluta confusão de ideias!

      Já ouviu falar em Santo Inácio de Antioquia? Pois ele foi contemporâneo do próprio Jesus Cristo, foi discípulo do apóstolo João e sucedeu Pedro na Igreja de Antioquia. Pois, preste atenção nas palavras dele:
      "Onde quer que se apresente o bispo, ali também esteja a comunidade, assim como a presença de Cristo Jesus também nos assegura a presença da Igreja Católica. Sem o bispo, não é permitido nem batizar nem celebrar o ágape. Tudo, porém, o que ele aprovar será também agradável a Deus, para que tudo quanto se fizer seja seguro e legítimo."
      Ele escreveu "Igreja Católica" com todas as letras. Não foi o nome da sua iluminada igreja. Ele não citou pastor, citou bispo!
      No mundo protestante, qualquer um que se sentir um legítimo e infalível intérprete da Bíblia pode fundar uma nova denominação. Ou estou errado? Pois então!

      Se protestante soubesse verdadeiramente interpretar as Escrituras, ele não seria protestante; seria católico!

      “Sede um só corpo e um só espírito, assim como fostes chamados pela vossa vocação a uma só esperança. Há um só Senhor, uma só fé, um só batismo. Há um só Deus e Pai de todos, que atua acima de todos, por todos e em todos.” (Efésios 4:4-6)

      Excluir
    4. Não vim aqui discutir religião, esse meu tempo já passou, o seu comportamento é igual aos dos evangélicos bitolados que criticam a igreja católica. Citei apenas um fato, só isso! católicos são mais propícios sim a aderirem ao discurso de Felipe Neto, eles não são radicais como os evangélicos, radicalismo esse que chega a ponto de muitos deles dizerem até que homossexuais irão para o inferno, isso é um fato. As ditas igrejas que realizam casamento gay, são protestantes das igrejas evangélicas, portanto não são igrejas evangélicas, elas vão contra a Bíblia no quesito salvação, ninguém as consideram cristã. As diferentes igrejas evangélicas se diferenciam em doutrinas, mas não no quesito salvação, pois os ensinamentos essenciais são os mesmos. Essa difusão a meu ver é benéfica, pois alcança um número maior de pessoas sem diferir dos ensinamentos essenciais de salvação. A igreja ortodoxa não deixa de ser católica.

      Gálatas 1 - 6 Estou admirado de que tão depressa estejais desertando daquele que vos chamou na graça de Cristo, para outro evangelho, 7- o qual não é outro; senão que há alguns que vos perturbam e querem perverter o evangelho de Cristo. 8- Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos pregasse outro evangelho além do que já vos pregamos, seja anátema. 9- Como antes temos dito, assim agora novamente o digo: Se alguém vos pregar outro evangelho além do que já recebestes, seja anátema.
      10- Pois busco eu agora o favor dos homens, ou o favor de Deus? ou procuro agradar aos homens? se estivesse ainda agradando aos homens, não seria servo de Cristo.


      Atos 17:11
      Ora, estes foram mais nobres do que os que estavam em Tessalônica, porque de bom grado receberam a palavra, examinando cada dia nas Escrituras se estas coisas eram assim.

      No mais, você fez muitas perguntas, tenho resposta para elas, porém estou trabalhando e sem um teclado físico para respondê-las, teclado digital custa muito tempo.

      Excluir
    5. Carlos André - Você nem percebe a gigantesca incoerência por detrás de suas palavras. Quem se comporta como um bitolado é você que estás a inverter (como todo bom protestante) a ordem dos fatos. Quando vens em um espaço de um CATÓLICO comentar que "católicos são mais propícios a aderirem ao discurso de Felipe Neto", está apenas demonstrando que seu tempo de discutir religião não passou coisíssima nenhuma.

      Vou reproduzir as suas palavras: "As ditas igrejas que realizam casamento gay, são protestantes das igrejas evangélicas, portanto não são igrejas evangélicas.... As diferentes igrejas evangélicas se diferenciam em doutrinas, mas não no quesito salvação, pois os ensinamentos essenciais são os mesmos. Essa difusão a meu ver é benéfica, pois alcança um número maior de pessoas sem diferir dos ensinamentos essenciais de salvação..."

      Protestantes das igrejas evangélicas? Uma nova denominação?

      "As diferentes igrejas evangélicas se diferenciam em doutrinas, mas não no quesito salvação, pois os ensinamentos essenciais são os mesmos."

      Amigo, eis aí o mal terrível causado pelo protestantismo. Quando você prega doutrinas distintas acerca de um mesmo Deus, apenas afasta as pessoas de Deus! Por exemplo, uma pessoa desinformada resolve visitar várias igrejas protestantes a fim de decidir qual delas vai seguir ou frequentar, e em cada igreja que entra lhe ensinam uma doutrina diferente. Numa igreja ensinam o batismo infantil, na outra não; numa igreja pregam a trindade, em outra não; numa igreja defendem um tal de arrebatamento, na outra rechaçam, enfim, em cada denominação protestante há um pastor com seu conceito totalmente divergente de outros pastores. Aí o cara entra numa igreja e vê o pastor defendendo a prática do aborto!
      O que acontece com ele? VIRA ATEU!
      Na Igreja Católica os dogmas de fé nunca mudaram em mais de 2 mil anos.

      "Por teus frutos os conhecereis".
      Quais são os frutos do protestantismo? Divisão, confusão, bagunça, ateísmo, deturpação da palavra de Deus, etc...
      Mas, enfim, se você realmente não gostasse de discutir religião, não estaria aqui fazendo exatamente isso.

      Excluir
    6. Carlos André:
      Quanto às perguntas que te fiz, não é novidade alguma você não responder, afinal, NENHUM PROTESTANTE no mundo é capaz de respondê-las com o tal embasamento bíblico, justamente porque a Bíblia condena tudo aquilo que vocês enaltecem: menosprezo à tradição apostólica, livre exame e interpretação bíblica e tantas outras coisas. Aliás, vou aproveitar para lhe fazer mais algumas das tantas perguntas que protestante algum no mundo sabe responder: SE A BÍBLIA É A ÚNICA FONTE DA VERDADE, DIGA-ME ONDE ESTÁ ESCRITO NA BÍBLIA QUE SÓ A BÍBLIA SALVA. Onde está escrito na Bíblia que Igreja não importa? Onde está escrito na Bíblia que a interpretação das escrituras é de caráter particular e não se deve observar a tradição? Pois Pedro e Paulo afirmam exatamente o contrário!
      Vocês definitivamente não sabem interpretar a Bíblia. Interpretam conforme conveniências particulares.

      Você diz que igreja não tem tanta importância, mas a Bíblia diz que a Igreja é coluna e sustentáculo da verdade!
      Como poderia a igreja estar abaixo da Bíblia se a Bíblia afirma que ela é quem sustenta a verdade e se a própria Bíblia é um produto da igreja (Católica, diga-se de passagem)???
      Não percebe a incoerência!?

      A verdade é uma só: o protestantismo é condenado pela própria Bíblia. E não há protestante no mundo que consiga dar 'embasamento bíblico' às suas tantas doutrinas divergentes.
      Você, por exemplo, nem tem coragem de dizer qual igreja frequenta, mas tenho certeza absoluta que o pastor da esquina prega pontos dogmáticos da fé cristã que o seu pastor discorda. Uma suposição: O pastor da esquina batiza crianças, mas o seu pastor afirma que o batismo só pode ser dado no momento em que a pessoa tiver entendimento (aliás, onde está escrito isso na Bíblia?).

      Você ter citado Gálatas 1, foi irônico! Não percebe que estes versículos são para vocês, protestantes, que anunciam um evangelho diferente do que SEMPRE foi anunciado pela Igreja Católica? Lá diz claramente: "não há dois evangelhos". Qual Igreja prega o mesmo evangelho desde os tempo de Cristo? O protestantismo prega um mesmo evangelho desde o século XVI?

      REFLITA:
      “Porque virá tempo em que os homens já não suportarão a sã doutrina da salvação. Levados pelas próprias paixões e pelo prurido de escutar novidades, ajustarão mestres para si. Apartarão os ouvidos da verdade e se atirarão às fábulas. Tu, porém, sê prudente em tudo, paciente nos sofrimentos, cumpre a missão de pregador do Evangelho, consagra-te ao teu ministério.” (II Timóteo 4:3-5)

      Excluir
  4. Você é bitolado... eu já fui assim, mas amadureci. Pesquisei... assisti e li, debates entre católicos e evangélicos, cristãos e ateus, islamismo e cristianismo, judaísmo e cristianismo, para só então formar minha opinião. Pesquisei para entender o porquê de cada uma, sem julgar. Esses seus ataques é fanatismo religioso, católico de verdade, a meu ver, agrega e não dispersa.
    Eu vou te responder, quando tiver um teclado físico em mãos.

    ResponderExcluir
  5. Se você coloca as Escrituras acima da igreja, me responda: PARA QUÊ FREQUENTAR UMA DENOMINAÇÃO?.... R--Para ter comunhão, ouvir a palavra, reavivar as forças, aprender, orar e etc. “Onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, aí estou eu no meio deles”.

    POR QUÊ A CADA DIA SURGEM TREZENTOS PASTORES MONTANDO OUTRAS TREZENTAS IGREJAS???.... R-- A maioria é por questões doutrinaria que não influenciam em nada no quesito salvação. Mas antes mais uma igreja do que abandonarem a fé por não concordarem com essa ou aquela doutrina.

    Por quê vocês tratam o pastor tal qual um papa se o que realmente importa são as Escrituras?... R-- Não conheço ninguém que trate o pastor como um papa, porém o pastor não deixa de ser uma autoridade.

    Devemos crer que todas as pessoas que nasceram e morreram antes do século XVI foram para o inferno???.... R--Claro que não! Não sei de onde você tirou isso. Eu não sei nem se Hitler foi para o inferno.

    Devemos crer que Lutero estava certo e a Igreja estava errada? Pois já que tudo está na Bíblia, me mostre onde está o versículo que diz que um homem viria no século XVI para dizer que tudo precisa ser reformado!.... R---Reformado? Voltar as origens, pois tudo já estava reformado em relação as igrejas primitivas.

    Jesus disse: Ide por todo o mundo e PREGAI o Evangelho a toda criatura. Ele não disse: Ide e espalheis a Bíblia.... R--Nossa! Que argumento hein? A Bíblia é a palavra de Deus, e nela contém o evangelho que Jesus mandou pregar, como disse Paulo; “ Esses de Bereia são mais nobres, pois de bom grado receberam a palavra, examinando as escrituras para ver se as coisas eram realmente assim”

    A fé cristã também se baseia na tradição, vocês gostando ou não... Vocês??? Matheus 7. Acho importante tradição. Sobretudo tradição da igreja primitiva.

    Lembrando também que muito antes de Mateus sequer escrever o primeiro evangelho...(O primeiro evangelho foi escrito por Marcos)... o cristianismo já havia se expandido por muitos países através de homens que hoje são em sua maioria santos católicos. E aí, o que tem a dizer a respeito?... R---As escrituras nada mais são do que o registro das pregações, registro esse que só veio após 30 anos de pregação.

    Tem certeza que só a Bíblia salva, meu caro protestante? A Bíblia é um livro tão complexo que grandes gênios morreram sem entendê-la, portanto, não tem o menor sentido afirmar que qualquer um pode ler e interpretar a Bíblia sem consultar a tradição. Absurdo!.... .. R---“Crê no Senhor Jesus e serás salvo”, “Amar a Deus sobre todas as coisas e ao teu próximo como a ti mesmo”. Não vejo dificuldade em entender isso, mas sim em doutrinas que não leva a salvação, usar ou não calça, dizímo, celibato e etc.

    Note a contradição absurda de vocês, evangélicos: você colocam as Escrituras acima da Igreja, mas ignoram o fato de que sem a Igreja verdadeira (a Católica), vocês nem teriam as Escrituras Ou você acha que antes de Lutero foram os Ets que conservaram e preservaram as Escrituras e toda a tradição cristã?..... R---Nossa! Quanta pretensão. Quem foi que guardou as escrituras do antigo testamento? Ou elas não são importantes? Daremos agora autoridade sobre a elas a quem as conservou? Se as escrituras são a Palavra de Deus, quem as conservou tem mais autoridade que a própria palavra? Sei muito bem que não foram os Ets que as conservaram, li a historia da escrita e da bíblia desde a escrita cuneiforme até depois da invenção da imprensa por Gutenberg.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carlos André - Vamos analisar suas bitoladas respostas:
      Então quer dizer que a igreja serve para "ter comunhão, ouvir a palavra, reavivar as forças, aprender, orar e etc.".
      Quanta contradição, hein! Oras, se a Bíblia está acima da igreja e qualquer um que souber interpretá-la já tem a salvação garantida, então para quê aplicar “Onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, aí estou eu no meio deles”?
      Você é mais contraditório do que eu imaginava! Primeiro diz que igreja não importa, depois tenta justificar a existência das trezentas milhões de seitas protestantes usando versículo bíblico! E diz que o bitolado sou eu!

      Você diz que as seitas fundadas diariamente por pastores não influenciam em nada no quesito salvação, mas como pode haver salvação se não há ao menos a certeza de qual doutrina está correta? Não venha querer me convencer que todas essas igrejinhas pregam doutrinas semelhantes, pois a mim você não engana! Eu vivi no meio de pessoas bitoladas como você por anos! Sei bem o que acontece no mundinho protestante, não preciso de nenhum evangélico para me dizer como são distintas as doutrinas de uma seita evangélica com relação a outra.
      Você não conhece nenhum evangélico que trate pastor como papa? Pois eu conheço e afirmo que é quase que a totalidade.
      Pastor é autoridade em quê? Me diga! Qual foi o magistério que ele fez? O que ele renunciou?
      Você está tentando enganar a si mesmo. Só falta dizer agora que a maioria dos pastores coloca a fé acima do dinheiro!

      Me explica isso direito: você diz que sem a Bíblia não tem salvação, mas muda seu ponto de vista automaticamente no que diz respeito às pessoas que morreram sem conhecer a Bíblia! Percebe como o protestantismo não tem lógica!

      Acho ridículo vocês tentarem descredenciar a Verdadeira Igreja falando em igreja primitiva! Patético! Típico de pessoas que usam de mentiras para defender seu fanatismo. Se há uma igreja primitiva, esta é a Católica!
      Não é a sua seitazinha!

      Certo, você tentou usar argumentos bíblicos para defender sua seita:
      Crê no Senhor Jesus e serás salvo”,
      “Amar a Deus sobre todas as coisas e ao teu próximo como a ti mesmo”.
      E ainda solta essa pérola: "Não vejo dificuldade em entender isso, mas sim em doutrinas que não leva a salvação, usar ou não calça, dizímo, celibato e etc."

      Ok, então se eu crer em Cristo já estarei salvo?
      Um dos maiores erros de vocês, protestantes, é acreditar que "Só a fé" é necessária para a salvação. Vai contra a própria Bíblia. Aliás, essa é a essência do protestantismo: ir contra a Bíblia e contra a verdadeira Igreja (e de tão obtusos e bitolados não conseguem perceber!).

      E já que citou celibato, toma essa:
      "...O solteiro cuida das coisas que são do Senhor, de como agradar ao Senhor. O casado preocupa-se com as coisas do mundo, procurando agradar à sua esposa." I Corintios 7:32

      "Respondeu ele: Nem todos são capazes de compreender o sentido desta palavra, mas somente aqueles a quem foi dado. Porque há eunucos que o são desde o ventre de suas mães, há eunucos tornados tais pelas mãos dos homens e há eunucos que a si mesmos se fizeram eunucos por amor do Reino dos céus. Quem puder compreender, compreenda." (Mateus 19:11-12)

      Pena que protestante só 'compreende' o que lhe convém, não é mesmo? Pena que protestante não é tão literal em alguns versículos bíblicos tão óbvios, não é mesmo?

      Excluir
    2. Anônimo11:43 AM

      renato parabens pela sua paciencia. esse carlos aí tá se enrolando a cada nova resposta coitado

      Excluir
    3. Carlos André - Não é pretensão, é simplesmente a história!
      É óbvio que as escrituras do AT são importantes! E quem canonizou-as? Quem preservou-as juntamente com as escrituras do NT de pessoas com mentes 'solo-scriptuárias' como a sua para que não fossem introduzidas doutrinas heréticas?

      Você: "Se as escrituras são a Palavra de Deus, quem as conservou tem mais autoridade que a própria palavra?"

      Eu pergunto: se a Igreja não as tivesse conservado, você estaria aqui me enchendo o saco?
      Se você sabe quem foi que conservou as escrituras, se conhece toda a história de martírio e santidade que envolve este assunto, então não resta dúvida: você é maluco! Ou é apenas mais um dos tantos fanáticos bitolados evangélicos que se acham acima de Deus (quando rejeitam a Igreja de Cristo, rejeitam a Deus).

      Eu poderia me estender nesse tema por muito tempo, te ensinar muitas coisas sobre catolicismo e Igreja Católica que você desconhece; falar sobre os santos incorruptos, os milagres eucarísticos, os milagres marianos, os milagres pela intercessão de santos, sobre o manto de Guadalupe, mas, sei que seria inútil. Muitos cientistas ateus converteram-se ao catolicismo estudando os milagres da Igreja Católica, mas vocês, protestantes, são muito fanáticos e orgulhosos para admitir que Deus faz questão de deixar sua assinatura na Igreja que Ele próprio fundou na terra. Ao contrário de você, estudei muito sobre o tema milagres do catolicismo. Aliás, foi um dos motivos que me fizeram deixar de ser ateu.
      Por que será que não existe um único milagre legítimo (que tenha sido tão verificado como são os milagres do catolicismo) relacionados ao protestantismo hein? E corpos incorruptos? Na Igreja Católica são centenas espalhados pelo mundo (alguns com sangue líquido, flácidos, cheirando bem!) e no protestantismo não existe um único sequer! Ah, se você procurasse se informar mais a respeito dos milagres relacionados à Igreja Católica!

      DEUS É ÚNICO (consubstanciado em Pai, Filho, Espírito Santo), E SENDO ÚNICO NÃO PODE TER REVELADO NEM MESMO DUAS DOUTRINAS OU IGREJAS DIFERENTES!
      Qual foi a primeira Igreja da era cristã?

      Excluir
  6. "Quem crer e for batizado será salvo, mas quem não crer será condenado." (Marcos 16:16) - Batizado onde (já que igreja tanto faz)? Batizado na sua igreja que surgiu há dias atrás? Batizado por quem? Por um pastor? Oai, mas por quê ser batizado por um pastor se ele pode estar equivocado na sua interpretação bíblica?..... R---Ao longo da história o papa nunca se equivocou. A igreja católica também nunca se equivocou e nunca praticou nenhum crime e todos seus batismos foram realizados sob um teto e por uma autoridade totalmente lícita. A Igreja Católica tem uma trajetória bem diferente das igrejas primitivas. Batismo antes de tudo é fé e renascimento.

    Enfim, amigo, com todo respeito, mas além de não haver qualquer unidade doutrinária no universo protestante, é uma confusão que beira o absurdo. Não à toa, depois de Lutero o ateísmo só aumentou (veja que os países mais ateus do mundo foram os que receberam primeiro o protestantismo)..... R---Não há confusão sobre salvação, apenas sobre doutrinas que não levam a salvação. Já ouvi de muita gente que se não fosse a igreja dela, ela não iria para igreja nenhuma, por isso que acho benéfico essa difusão, alcança um número maior de pessoas. Imagina apenas a igreja católica para comungar, ser cristão seria sinônimo de ser católico, e quem não gostasse dos dogmas ou escandalizasse com os escândalos da igreja, não teria outro lugar para ouvir a palavra.

    Trabalhei vários anos gravando cultos em diferentes seitas evangélicas e o que mais vi (EM TODAS, SEM EXCEÇÃO) é crente tratando pastor como Papa e até como Deus! Ninguém me falou, eu vi isso em todas. Não venha você querer me convencer que evangélico (o evangélico de verdade, como você diz) não segue o pastor ou a sua seita! É óbvio que seguem (se não seguissem nem frequentariam igrejas, não é mesmo?).... R---Tratando como Deus??? Nossa! Como se trata Deus? Isso é novidade para mim. Suponho que seja algo parecido com os tratamentos que os padres recebem dos fiéis de suas paroquias. Tipo, tem um aqui perto de casa que vive rodeado de crianças e adolescentes até tarde da noite, presenteia, com notebook, celular e etc. Ficam na casa do padre até altas horas e depois de madrugada ele leva em casa. Alguns vizinhos acham estranho isso, mas evitam falar perto dos fiéis, pois eles defendem o padre como o islã defende Maomé. Sobre seguir pastor, claro que segue, não só segue como fiscaliza, como os crentes de Bereia que examinavam as escrituras. O pastor é uma autoridade da igreja que se frequenta, mas que não tem autoridade sobre a bíblia, de qualquer forma é diferente de quem segue o papa, que o chamam de santo.

    Ele escreveu "Igreja Católica" com todas as letras. Não foi o nome da sua iluminada igreja. Ele não citou pastor, citou bispo!.... Bispo Edir Macedo rsrsrs...
    No mundo protestante, qualquer um que se sentir um legítimo e infalível intérprete da Bíblia pode fundar uma nova denominação. Ou estou errado? Pois então!.... R--Irão para o inferno por isso? Se bem que para ser pastor precisa ser ungido.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carlos André - Sim, como eu disse antes, a Igreja Católica cometeu sim inúmeros crimes, mas o legado que ela nos deixou (a Bíblia, a preservação das tradições cristãs, o incentivo à ciência, às artes, criação de universidades, hospitais, etc...) é incomparável. E a Igreja Católica reconheceu e assumiu seus erros, bem diferente do protestantismo que NUNCA se desculpou pelos seus crimes terríveis (a Inquisição católica tinha um tribunal, coisa que a 'inquisição' protestante não tinha). Sem a Igreja Católica você não teria sua Bíblia! Sem as Cruzadas você provavelmente estaria se curvando à Alá nesse momento.
      Falar mal da Igreja Católica quando se vive numa sociedade pacífica (pelo menos aqui) que ela ajudou a preservar é muito confortável, não é mesmo? Fico me perguntando o que seria de nós hoje sem a intervenção da Igreja.
      Mas, enfim, vocês adoram falar dos papas que erraram, mas se negam a aceitar que sem os papas que acertaram, vocês não seriam nada.

      AGORA, ME DIGA: QUAL FOI O LEGADO QUE O PROTESTANTISMO NOS DEIXOU, ALÉM DESSA ABSURDA CONFUSÃO DOUTRINÁRIA E SEPARAÇÃO DO POVO DE DEUS?

      A igreja Católica não tem uma trajetória diferente da igreja primitiva porque trata-se da mesma igreja e ainda que vocês morram tentando apagar ou mudar a história, jamais conseguirão! Temos documentos históricos que jogam suas mentiras abaixo. A palavra "Igreja Católica" já existia nos tempos de Cristo, ou seja, negar que a tal igreja primitiva que vocês tanto falam é a Igreja católica é simplesmente ir contra a história e contra a verdade.
      A Igreja católica nunca deixou de ser a Igreja católica mencionada nos tempos de Cristo. Ainda que ela tenha se adaptado aos tempos modernos, ela nunca alterou seus pontos doutrinários (ao contrário de vocês, que vivem mudando) e sempre preservou as TRADIÇÕES.
      Quando organizaram Concílios para discutir pontos da doutrina foi apenas para canonizar, tornar oficial o que JÁ ERA praticado antes.
      Os 7 livros que vocês subtraíram da Bíblia, por exemplo, sempre foram aceitos pelos cristãos, desde os primórdios do cristianismo, tanto é que os apóstolos usavam a versão Alexandrina (ou dos Setenta) e não a Palestina. Lutero subtraiu apenas para PROTESTAR.
      Mas, vocês, preferem dar crédito a um homem (imoral e herege) que veio apenas para desunir os cristãos, do que aos apóstolos, por exemplo.

      Você disse: "Imagina apenas a igreja católica para comungar, ser cristão seria sinônimo de ser católico, e quem não gostasse dos dogmas ou escandalizasse com os escândalos da igreja, não teria outro lugar para ouvir a palavra."

      Mas, ao longo dos séculos, muitos 'Luteros' apareceram e nem por isso a Igreja Católica deixou de existir. Além do mais, se a gente for comparar os escândalos atuais do mundo protestante com os do mundo católico, essa sua tentativa de argumentação vai por água abaixo. O que mais tem hoje em dia é pastor se envolvendo em escândalo. É que os escândalos da Igreja católica sempre ganham maiores proporções, mesmo sendo muitíssimo menores que os escândalos do meio evangélico.

      Excluir
    2. Carlos André - Você fala a respeito de padres que supostamente se envolvem com fiéis, mas aposto que você fecha os olhos para a relação pastor-crente não é mesmo? Você citou um caso pessoal, mas se eu citasse a você tudo o que eu VI (ninguém me contou, eu vi) pastores fazendo e falando, certamente você teria que investigar outras dezenas de padres para fazer valer essa sua tentativa imbecil de desqualificar a Igreja pela conduta de alguns homens. Belos argumentos os seus hein!
      Pensa bem: se até homens que foram condicionados a vida toda para servir a Deus se corrompem, imagine homens que NUNCA fizeram qualquer magistério, alguns até sem estudo algum. No seu mundinho protestante, qualquer bandido, estuprador, pedófilo e todo o tipo de gente ruim que diga estar arrependido, já está credenciado a colocar uma Bíblia embaixo do braço e fundar uma nova seita, mesmo que no fundo ele não esteja arrependido e só queira enganar e atrair mais vítimas. Vai dizer que isso é mentira?
      NO SEU MUNDINHO PROTESTANTE, ATÉ EU SE QUISER POSSO FUNDAR UMA IGREJINHA (e garanto a você que sei interpretar a Bíblia bem melhor que muito pastorzinho por aí - até mesmo melhor que você sem dúvida).

      Que religião é essa?!! Quantos pastores por aí não usam a sua igreja e influência apenas para praticar a iniquidade.
      Falam tanto de padres, mas imagine o que pastores não fazem por aí (eu sei bem!).

      Você aos poucos vai destilando todo seu veneno, continue! Revele a sua face protestante!

      * Cara, você é tão ignorante que considera Bispo um homem que se proclama bispo sem ser (no caso o Edir que você citou!)! Por acaso você considera o Valdemiro um apóstolo também? kkkkkkkkkkkkkkkkk

      Mas eis aí novamente para você comentar:

      “Sigam todos ao bispo, como Jesus Cristo ao Pai; sigam ao presbitério como aos apóstolos. Acatem os diáconos, como à lei de Deus. Ninguém faça sem o bispo coisa alguma que diga respeito à Igreja. Por legítima seja tida tão-somente a Eucaristia, feita sob a presidência do bispo ou por delegado seu. Onde quer que se apresente o bispo, ali também esteja a comunidade, assim como a presença de Cristo Jesus também nos assegura a presença da Igreja Católica. Sem o bispo, não é permitido nem batizar nem celebrar o ágape.
      Tudo, porém, o que ele aprovar será também agradável a Deus, para que tudo quanto se fizer seja seguro e legítimo.”
      (Epístola de Santo Inácio aos Esmirnenses)

      Excluir
    3. Sou seguidor de Olavo de Carvalho não se esqueça, e sei muito bem o que foram as cruzadas e as inquisições. Não apenas por ele, mas por outras fontes católicas. Se atenha ao fato, não citei cruzadas. Você prolonga o debate sem necessidade, desse o começo quando fiz um simples comentário. Sei das vantagens e desvantagens das cruzadas.

      Não falo mal da igreja católica, apenas estou usando seu nível de debate configurado no ataque, mas essa não é minha postura, não ataco a igreja, como disse, faço questão de levar minha vó cadeirante na igreja católica, insisto para ela ir.

      Mas, ao longo dos séculos, muitos 'Luteros' apareceram e nem por isso a Igreja Católica deixou de existir...... R----- O intuito do argumento não foi a igreja deixar de existir, mas sim as pessoas que não concorda ter outro lugar para onde ir e ouvir o evangelho.

      Além do mais, se a gente for comparar os escândalos atuais do mundo protestante com os do mundo católico, essa sua tentativa de argumentação vai por água abaixo... R----Que tentativa de argumentação??? Você está deturpando as coisas. Meu argumento foi no sentido que se existisse apenas uma igreja e houvesse um escândalo as opções seria aceitar ou deixar de frequentar. Esse argumento foi em defesa de você ter para onde ir caso algum escândalo o faça deixar de frequentar determinada igreja. Não foi no sentido de comparações.

      Carlos André - Você fala a respeito de padres que supostamente se envolvem com fiéis, mas aposto que você fecha os olhos para a relação pastor-crente não é mesmo? ..... R----E se diz católico de verdade. Católico de verdade julga?

      Você citou um caso pessoal, mas se eu citasse a você tudo o que eu VI (ninguém me contou, eu vi) pastores fazendo e falando, certamente você teria que investigar outras dezenas de padres para fazer valer essa sua tentativa imbecil de desqualificar a Igreja pela conduta de alguns homens. Belos argumentos os seus hein!..... R----Tentativa de desqualificar?? Você deturpa as coisas, tira a frase do contexto, não sei se intencional ou se não sabe interpretar. Pois o contexto que inseri esse argumento foi no que os pastores eram tratados como Deus, daí interroguei que poderia ser parecido com esse fato que acontece aqui, ou seja, um padre que embora as pessoas falem, que desconfiem, que acusem, mesmo assim é defendido com unhas e dentes pelos fieis. O contexto foi esse, ser tratado como um Deus, como você disse que os pastores eram. E que embora esse tratamento com o padre, mesmo assim não considero tratamento de um Deus. Mas fiz essa alusão, para entender de que maneira um pastor seria tratado como um Deus. Esse foi o contexto, de uma pessoa que embora extremamente suspeita, mesmo assim é elevada, embora não se coloque a mão no fogo por algo suspeito, os fieis colovam.

      Que religião é essa?!! Quantos pastores por aí não usam a sua igreja e influência apenas para praticar a iniquidade..... R---- Assim como os padres.
      Falam tanto de padres, mas imagine o que pastores não fazem por aí (eu sei bem!)..... R----Eu também sei.

      Você aos poucos vai destilando todo seu veneno, continue! Revele a sua face protestante!.... R----Lênni é você?? Acuse os do que você faz!

      Cara, você é tão ignorante que considera Bispo um homem que se proclama bispo sem ser (no caso o Edir que você citou!)! Por acaso você considera o Valdemiro um apóstolo também? Kkkkkkkkkkkkkkkkk........ R-----Que parte você não entendeu o “rsrsrsrs”? Depois de tantas deturpações de sua parte te subestimei, deveria ter colocado “kkkkk” ou então “(brincadeira)”

      Excluir
    4. Carlos André -
      Não é que eu prolongo o debate sem necessidade, apenas toco em pontos que deem um maior embasamento ao que quero dizer.
      E você não fez apenas um simples comentário, você fez um comentário provocativo (se não foi sua intenção, pense bem antes de escrever)

      Você disse "Não falo mal da igreja católica, apenas estou usando seu nível de debate configurado no ataque"
      Meu nível de debate configurado em ataque? Não, apenas respondi seu comentário e coloquei meus argumentos. Acontece que os argumentos que pesam em favor do Catolicismo sempre serão encarados por vocês, protestantes, como ataques, quando na realidade são apenas verdades que vocês se recusam a ouvir/aceitar.
      Ataque mesmo é o que muitos de vocês, evangélicos, fazem com os católicos. E são ataques desleais e MENTIROSOS ('prostituta da Babilônia', 'besta do apocalipse', 'idólatras', 'pagãos', etc...).

      Quanto a este diálogo:
      "Eu: Você fala a respeito de padres que supostamente se envolvem com fiéis, mas aposto que você fecha os olhos para a relação pastor-crente não é mesmo?
      Você----E se diz católico de verdade. Católico de verdade julga?"

      Quem começou com insinuações acerca de padres? Hein??? Não seja hipócrita, admita pelo menos o que você escreve!

      Eu não deturpei nada e não tirei qualquer frase do contexto (leia o que você escreveu), você foi muito claro em suas insinuações sobre o tal padre que você 'conhece'.
      Você citou um caso pessoal, eu lhe respondi à altura. Onde está a deturpação nisso?

      Como disse: você aos poucos vai destilando todo seu veneno, continue! Revele a sua face protestante!

      Bom, se a respeito do 'bispo' aquilo foi uma ironia, legal, mas, então cadê a sua resposta? Vai se limitar ao 'rsrsrs', ao 'kkkkkk' ou à '(brincadeira)'?

      “Sigam todos ao bispo, como Jesus Cristo ao Pai; sigam ao presbitério como aos apóstolos. Acatem os diáconos, como à lei de Deus. Ninguém faça sem o bispo coisa alguma que diga respeito à Igreja. Por legítima seja tida tão-somente a Eucaristia, feita sob a presidência do bispo ou por delegado seu. Onde quer que se apresente o bispo, ali também esteja a comunidade, assim como a presença de Cristo Jesus também nos assegura a presença da Igreja Católica. Sem o bispo, não é permitido nem batizar nem celebrar o ágape.
      Tudo, porém, o que ele aprovar será também agradável a Deus, para que tudo quanto se fizer seja seguro e legítimo.”
      (Epístola de Santo Inácio aos Esmirnenses)

      Quanto a você me subestimar, não me importo. Ser subestimado por um protestante não significa absolutamente nada para mim.
      E sobre deturpações, é como você já disse em sua defesa: essa é a sua cosmovisão!

      Excluir
  7. Você nem percebe a gigantesca incoerência por detrás de suas palavras. Quem se comporta como um bitolado é você que estás a inverter (como todo bom protestante) a ordem dos fatos. Quando vens em um espaço de um CATÓLICO comentar que "católicos são mais propícios a aderirem ao discurso de Felipe Neto", está apenas demonstrando que seu tempo de discutir religião não passou coisíssima nenhuma.. ...ERRADO! Estou apenas discordando do que foi dito no texto e dizendo um fato. O seu texto ataca evangélicos sem a mínima necessidade e com uma afirmação errada, apenas discordei dessa afirmação. Isso não é discutir religião. Não sabia que aqui era um espaço de um católico até ler que “Felipe Neto só conseguiria enganar evangélicos”. Em todo momento me ative ao meu primeiro comentário, minhas respostas foram todas sobre os “católicos serem mais fácil de caírem no discurso de Felipe Neto do que os evangélicos”. Não entrei em outro mérito da religião católica, você que ficou atacando, não apenas o comentário que fiz, mas as igrejas evangélicas. Você deveria se ater ao meu primeiro comentário, assim como fiz, e não atacar a religião evangélica de uma maneira geral, coisa que não fiz com a católica. Por isso não é incoerência nenhuma quando digo que não discuto religião. Se você rebatesse apenas meu comentário inicial, discutiríamos apenas ele em específico e não a religião como um todo. Você fez vários ataques que nada tinha a ver com o meu primeiro e curto comentário, mesmo assim não entrei na discussão e defendi apenas o meu primeiro comentário. Você é quem chama as igrejas evangélicas de seita, o meu tempo de chamar a igreja católica de babilônia passou, depois que pesquisei e procurei entender a cosmovisão de cada religião, passei a aceitar, isso há uns 5 anos atrás. Aprendi que discutir não leva a nada, além de ser cansativo. Estou dando essas respostas, depois de muitos ataques e insistência da sua parte, não para lhe convencer ou atacar, mas apenas para que você tente entender a minha cosmovisão.

    Na Igreja Católica os dogmas de fé nunca mudaram em mais de 2 mil anos....R--- Culto, louvor, peregrinação a Maria não tem 2 mil anos.


    Amigo, eis aí o mal terrível causado pelo protestantismo. Quando você prega doutrinas distintas acerca de um mesmo Deus, apenas afasta as pessoas de Deus! Por exemplo, uma pessoa desinformada resolve visitar várias igrejas protestantes a fim de decidir qual delas vai seguir ou frequentar, e em cada igreja que entra lhe ensinam uma doutrina diferente. Numa igreja ensinam o batismo infantil, na outra não; numa igreja pregam a trindade, em outra não; numa igreja defendem um tal de arrebatamento, na outra rechaçam, enfim, em cada denominação protestante há um pastor com seu conceito totalmente divergente de outros pastores. Aí o cara entra numa igreja e vê o pastor defendendo a prática do aborto!
    O que acontece com ele? VIRA ATEU!........ ....R---Discordo! Olhando por outro lado, só existe a igreja católica, ser cristão é ser católico, o que acontece com quem não concorda com os dogmas da igreja? VIRA ATEU!, Quem não gosta de Rock Pesado, curte Forró, MPB, Pagode e etc. mas não deixa de curtir música. Se só existisse Rock Pesado muitas pessoas não curtiriam música, eu seria uma delas.

    Quais são os frutos do protestantismo? Divisão, confusão, bagunça, ateísmo, deturpação da palavra de Deus, etc..... R---Isso é sua opinião. A igreja evangélica é a que mais cresce e a que mais evangeliza.

    Onde está escrito na Bíblia que Igreja não importa?.... R---Quem disse que não importa? O fato da palavra de Deus está acima de uma denominação religiosa significa que igreja não importa?

    Onde está escrito na Bíblia que a interpretação das escrituras é de caráter particular e não se deve observar a tradição?...... .R---Quem disse isso?? Foi por observar as escrituras e a tradição das igrejas primitivas que houve a mudança.

    Você diz que igreja não tem tanta importância.... R---Não disse isso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carlos André - Certo, vou reproduzir o que te irritou e peço que leia atentamente:
      "E já que falei em crença, cabe ressaltar que você, Felipe Neto, pode até conseguir convencer alguns protestantes com esse seu discursinho mentiroso e apaixonado, mas nunca vai convencer um católico como eu, por exemplo. É que você, a exemplo dos protestantes, acha que tem autoridade para legitimar sua interpretação pessoal acerca de versículos bíblicos (tal qual agem os neo-ateus, diga-se de passagem), passando por cima de toda uma tradição milenar, entretanto, nós, católicos, sabemos que acima da Bíblia está a Igreja Católica, pois foi ela que preservou as Sagradas Escrituras para que você e todos os crentes hoje pudessem mutilá-la, deturpá-la, distorcê-la e atacá-la. Em outras palavras, a Bíblia é um produto da Igreja Católica.
      Sendo assim, nós que seguimos a tradição (que protestantes menosprezam) não precisamos de nenhum moleque para nos dizer o que é e o que não é imoral, o que é ou não é pecado. Esse discurso imbecil só vai ser abraçado por seitazinhas neopentecostais que vêm realizando até casamentos gays por aí, mas nunca por católicos ou protestantes sensatos."
      REITERO CADA PALAVRA QUE ESCREVI.

      Aí você comenta: "O discurso de Felipe Neto é mais fácil convencer um católico, e não o contrário como vc disse."

      Enfim, se você leu o texto, leu os argumentos que pesam a nosso favor (tradição, Bíblia, Catecismo...) e faz um comentário desse tipo, queria o quê? Responda! Que eu escrevesse: Nossa, você está certinho! A sua seitazinha fundada por um homem tem mais 'autoridade bíblica' e menos vulnerabilidade para abraçar a heresia do que a minha Igreja fundada por Cristo!
      Ah, me poupe da sua hipocrisia! Você veio aqui com o intuito de discutir religião sim! Tanto é que ainda está aqui fazendo exatamente isso!

      Você não concordou, mas em nenhum momento conseguiu refutar nada do que escrevi! Percebeu???

      Aliás, chego a rir da suas tentativas de 'responder'.

      Excluir
    2. Carlos André - Por favor, tente novamente responder isso, porque deu até vergonha alheia da sua primeira tentativa:
      "Amigo, eis aí o mal terrível causado pelo protestantismo. Quando você prega doutrinas distintas acerca de um mesmo Deus, apenas afasta as pessoas de Deus! Por exemplo, uma pessoa desinformada resolve visitar várias igrejas protestantes a fim de decidir qual delas vai seguir ou frequentar, e em cada igreja que entra lhe ensinam uma doutrina diferente. Numa igreja ensinam o batismo infantil, na outra não; numa igreja pregam a trindade, em outra não; numa igreja defendem um tal de arrebatamento, na outra rechaçam, enfim, em cada denominação protestante há um pastor com seu conceito totalmente divergente de outros pastores. Aí o cara entra numa igreja e vê o pastor defendendo a prática do aborto! O que acontece com ele? VIRA ATEU!"

      Desconfio que não entendeu, por isso dou um voto de confiança. Tente outra vez!

      Excluir
    3. Anônimo11:48 AM

      esse carlos andre viaja! cara so usa a biblia pra defender o q interessa a ele. cade q ele responde com a biblia as perguntas q vc fez. ate agora so enrolou e viajou na maionese kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Excluir
    4. Carlos André - Adendo sobre Maria: Você, propagador do espantalho que fizeram da Igreja Católica, seguidor do "Só a Bíblia", não me espanta ao afirmar que o culto a Maria não tem 2 mil anos, afinal, tudo o que aprendestes sobre catolicismo certamente veio dos iluministas, ateus, protestantes e falsos pastores. Só mesmo um ignorante em matéria de teologia para levantar essa afirmação mentirosa.
      E não é apenas o culto a Maria que tem 2 mil anos, como também o culto dos santos. Pesquise você mesmo e vai descobrir que os cristãos que eram martirizados pelos romanos nos primeiros anos do cristianismo eram tidos como santos; o sangue desses mártires eram guardados como relíquias (o de São Januário está até hoje aí para provar que isso é verdade). Uma carta do ano 156 dos cristãos de Esmirna aos cristãos de Frígia (Filomélia), falam do culto a São Policarpo. Para o azar e contragosto de vocês, protestantes, essa carta manteve-se preservada. A Igreja Católica já celebrava datas relacionadas ao martírio de santos desde os seus primeiros anos.
      Orígenes, que viveu ao fim do século II, escreveu: “O Pontífice não é o único a se unir aos orantes; os Anjos e as almas dos justos também se unem a eles na oração.”
      Falando em santo, atente para este versículo: "Que o nome de Deus não esteja sempre na tua boca, e que não mistures nas tuas conversas o nome dos santos, porque nisso não estarias isento de culpa.” (Eclesiástico 23, 10). Entendeu?

      Maria, a primeira cristã da humanidade, era reverenciada ainda em vida; tratada como a mãe do Senhor e bem-aventurada. Isso está na Bíblia. E existem várias descobertas arqueológicas em catacumbas (de Priscila e São Pedro e São Marcelino, por exemplo) que confirmam a devoção mariana dos primeiros cristãos, os cristãos da 'igreja primitiva'. A oração "Sub Tuum Praesidium", do século III, diz: “À vossa proteção recorremos, Santa Mãe de Deus; não desprezeis as nossas súplicas em nossas necessidades; mas livrai-nos sempre de todos os perigos, ó Virgem gloriosa e bendita. Amém".
      Existem muitos documentos litúrgicos antigos da 'igreja primitiva' que mencionam Maria em orações - um do ano 225 ainda continua preservado. Muitos santos mencionavam a santidade de Maria, entre estes Santo Inácio de Antioquia (lembra dele? kkkk), Santo Irineu de Lyon (nascido no ano 130), São Justino (martirizado em 167), entre muitos outros. Curiosamente os homens da igreja primitiva reconheciam a santidade de Maria e prestavam reverências a ela, mas, vocês, ditos implantadores da 'igreja primitiva' fazem tudo exatamente o contrário do que os primeiros cristãos faziam! Vai entender a mente bitolada protestante!
      Não satisfeito?
      Então, toma aí seu golpe de misericórdia através destas palavras: “O Filho de Deus se fez homem, concebido do Espírito Santo, sem o auxílio de varão, a nascer de Maria pura, santa e sempre virgem.”
      Sabe quem as escreveu? O seu Martinho Lutero, o homem responsável por todo o universo protestante, por toda essa confusão.

      Maria tinha plena consciência de que não era uma mulher qualquer: "Por isto, desde agora, me proclamarão bem-aventurada todas as gerações, porque realizou em mim maravilhas aquele que é poderoso e cujo nome é Santo." (Lucas 1:48-49). Além do mais, se Deus escolhesse uma mulher qualquer para gerar o seu filho (a Ele mesmo), Deus não seria perfeito.

      NÓS, CATÓLICOS, SEGUIMOS A IGREJA DE CRISTO, A BÍBLIA E AS TRADIÇÕES. VOCÊS, PROTESTANTES SEGUEM APENAS O QUE LHES CONVÉM NA BÍBLIA E PISAM EM CIMA DE TODA A TRADIÇÃO CRISTÃ. Lamentável!
      NÓS SÓ ADORAMOS A DEUS, MAS VENERAMOS SIM OS SANTOS E A VIRGEM MARIA. Ou seja, com relação a Maria, não estamos fazendo nada diferente do que faziam os cristãos da 'igreja primitiva'.

      "Ele é que nos fez aptos para ser ministros da Nova Aliança, não a da letra, e sim a do Espírito. Porque a letra mata, mas o Espírito vivifica." (II Coríntios, 3:6)

      Excluir
  8. Como poderia a igreja estar abaixo da Bíblia se a Bíblia afirma que ela é quem sustenta a verdade e se a própria Bíblia é um produto da igreja (Católica, diga-se de passagem)???...... ...R---A igreja sustenta a palavra de Deus, guarda, zela, não modifica, não exerce autoridade sobre ela. Não é um produto da igreja católica, ela é a palavra de Deus.

    A verdade é uma só: o protestantismo é condenado pela própria Bíblia..... ...R---Catolicismo não. Como disse Paulo “Ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos pregasse outro evangelho além do que já vos pregamos, seja anátema.” A igreja católica definitivamente não prega um evangelho diferente pregado por ele.

    Você, por exemplo, nem tem coragem de dizer qual igreja frequenta..... R—Nenhuma, mas já fui para várias, e como disse, a discordância são meras doutrinas que não tem relação direta com a salvação. Inclusive faço questão de levar minha vó na cadeira de roda para missa, ela é acamada, não é ela quem pede, sou eu quem insisto, pois sei que ela gosta. Como disse antes, meu tempo de chamar a igreja católica de babilônia passou.

    Você ter citado Gálatas 1, foi irônico! Não percebe que estes versículos são para vocês, protestantes, que anunciam um evangelho diferente do que SEMPRE foi anunciado pela Igreja Católica?..... R--Sempre foi anunciado? A igreja católica passou por um momento sombrio, cresceu por meio de politicagem, isso não é o evangelho anunciado. Os cultos a Maria, peregrinação e fé depositada em padre Cícero são bem depois, e diferente do evangelho anunciado por eles.

    Lá diz claramente: "não há dois evangelhos". Qual Igreja prega o mesmo evangelho desde os tempo de Cristo?..... R---EXATO! Não há 2. O mesmo evangelho é cristo, focar em cristo. Catedral com Imagem de Maria ao centro e Jesus e Pedro menores ao lado não é focar em Cristo.

    O protestantismo prega um mesmo evangelho desde o século XVI?..... R---As igrejas evangélicas tentam resgatar as formas de cultos das igrejas primitivas, antes da política dominar a igreja. As igrejas evangélicas pregam apenas Cristo, a pregação é baseada no que era anunciado antes, é uma tentativa de reproduzir as igrejas primitivas.

    Mas, enfim, se você realmente não gostasse de discutir religião, não estaria aqui fazendo exatamente isso...... R----Vim aqui através do Twitter de Olavo de Carvalho, alguém postou o link nos comentários. Sou seguidor de Olavo, ele é católico e faz comentários a respeito de religião, eu não comento nada. Antes eu entrava em discursões até com os ateus do youtube, mas parei já faz um bom tempo, não é só uma questão de discutir religião, mas sim discutir cosmovisão, é perda de tempo. Como disse antes, é cansativo, estressante e não leva a lugar nenhum.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você disse: "A igreja sustenta a palavra de Deus, guarda, zela, não modifica, não exerce autoridade sobre ela. Não é um produto da igreja católica, ela é a palavra de Deus."
      A Bíblia não é um produto da Igreja Católica? Então, responda: que Igreja preservou as Escrituras até o século XVI?
      Amigo, a menos que você consiga apagar a história, essa verdade você NUNCA conseguirá mudar! Aceita que dói menos!
      Crente acha que a Bíblia caiu do céu prontinha, só pode!

      Quanto aos erros da Igreja Católica, realmente foram muitos, mas, se compararmos aos benefícios que trouxe à humanidade a comparação fica até absurda. Claro, você como um bom evangélico, não conhece a história da Igreja Católica. Tudo o que você deve saber é sobre Idade das Trevas, Inquisição, Cruzadas e todo o espantalho que pintam por aí. Vejo vocês como ateus cristãos. Perceba que são todos os protestantes, todas as seitas contra uma mesma igreja (ESSE É O ÚNICO 'PONTO DOUTRINÁRIO' QUE PROTESTANTES CONCORDAM). Isso é bíblico, meu caro! Já estava escrito que pessoas como você tentariam passar por cima da Igreja de Cristo. Mas, também é bíblico que Jesus estará com sua igreja até o fim dos tempos.
      Pode apostar que ele não estava falando da sua seita. Ele falava da Igreja Católica, essa que vocês chamam de 'igreja primitiva'.
      Não somos nós que distorcemos e mutilamos as Escrituras! São vocês que fazem isso! São vocês que pregam um evangelho diferente! São vocês que rejeitam a tradição e o magistério que era seguido e observado pelo próprio Jesus Cristo!

      Não venha falar de Maria ou culto a Maria!
      Quem rejeita a mãe de Cristo jamais será digno de Cristo!
      "Honra teu pai e tua mãe"
      Como não honrar a mãe de Deus? Falar que Maria é uma mulher qualquer é uma BURRICE DESCOMUNAL. Leia direito sua Bíblia, pois lá está claramente exposto que Maria é a mãe de Deus e que deve ser louvada. Quer os versículos?

      E se quiseres falar contra imagens, jogue fora antes todas as fotografias de seus entes queridos, amigos, etc. Será que você é um daqueles evangélicos que não sabem o que é latria e nem dulia? Você acha que nós católicos somos idólatras?
      Católicos não adoram imagens, nem santos, nem Maria, nem Nada! Só adoramos a Deus!
      Mas, veneramos e respeitamos a Mãe de Deus, os Santos. E as imagens nos remetem a Cristo! Desde os primeiros anos do cristianismo as imagens estão vinculadas ao cristianismo (e a história e a arqueologia estão aí para provar que isso é verdade).
      E mais: Deus ordenou a fabricação de imagens de anjos, bois, etc. no Templo de Salomão, na Arca da Aliança...
      Não eram imagens?

      Você disse que as igrejas evangélicas pregam apenas Cristo e tentam reproduzir a igreja primitiva (que sempre foi e sempre será a Católica, quer você queira ou não).
      Discordo! E repito: a mim você nunca vai enganar. Não é uma generalização, mas o simples fato de ser protestante já me basta para saber que a 'igreja' não tem nada que remeta à igreja primitiva (a Católica). Muito pelo contrário, pois vocês apenas afastam e SEPARAM as pessoas da Verdade cristã.
      Mas, claro, você não vai concordar, afinal, protestante nasceu para protestar.

      Porém, ainda resta uma esperança! Você disse que segue Olavo de Carvalho. Talvez aprenda alguma coisa com ele sobre Catolicismo e volte-se para a VERDADE.

      Excluir
    2. Carlos André - Você indagou: "Como refutar alguém que não é aberto ao questionamento? Você mesmo disse que seus argumentos são irrefutáveis, como refutar alguém que acha isso?"

      O que torna o argumento irrefutável, não é o fato de eu defendê-lo (longe de mim essa soberba), mas sim o seu conteúdo, a sua consistência, a sua veracidade. E neste ponto a religião católica torna-se irrefutável.
      Tentar refutar a veracidade do Catolicismo como a verdadeira religião que nos leva ao Salvador é o mesmo que tentar refutar a existência de Jesus Cristo: "E eu te declaro: tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja; as portas do inferno não prevalecerão contra ela..." Só havia uma única igreja cristã nos tempos de Cristo: a Católica. Ela tinha exatamente este nome. Não era 'igreja primitiva', muito menos Mundial, Assembleia, Testemunhas, Adventista e o escambau.
      A Igreja Católica nunca mudou de nome! E Deus, conforme prometido, nunca a abandonou (são os homens que abandonam a Igreja, não Deus). Mesmo no período das trevas, nenhum Papa sequer assinou qualquer documento 'ex cathedra' que contrariasse os dogmas estabelecidos por Deus, ou seja, sua doutrina ficou intocada. Eis aí talvez a maior prova de que Deus nunca abandonou a sua igreja.

      Curioso é que quando protestante fala da Igreja Católica do século XIII (como você, por ex.), passa a impressão de que todos os homens do clero estavam corrompidos e que por esta razão a Igreja estava totalmente corrompida também. Um pouquinho de conhecimento sobre o assunto faria um bem danado. Você chegou a escrever: "a igreja católica passou por um momento sombrio, cresceu por meio de politicagem, isso não é o evangelho anunciado".
      Não é possível que vocês imaginem que todos os católicos seguiam o exemplo de ALGUNS homens do clero! Muito pelo contrário, pois os fiéis católicos daquela época eram os que mais se opunham àquela situação da Igreja - e isso por si só já descredencia aquela sua ideia de que católicos seguem o Papa 'cegamente'. Eles não concordavam, mas nem por isso abandonaram ou se voltaram contra a Igreja como fez Lutero, Calvino e cia.
      Você tem esse pensamento incutido em sua mente justamente por causa do protestantismo que você segue. Se a Igreja Católica cresceu por meio de politicagem, então vamos todos rasgar nossas Bíblias. Vamos, inclusive, contestar a divindade de Cristo, pois se isso e tudo o mais que você pensa a respeito da Igreja for verdade, Cristo nos enganou quando disse que nunca a abandonaria. Se as portas do inferno prevaleceram sobre ela, Cristo mentiu.
      Já falei um pouquinho sobre o enorme legado que a Igreja Católica nos deixou e você próprio chegou a reconhecer essa importância. Tem certeza que a Igreja cresceu por meio de politicagem?
      Sobre 'evangelho anunciado', se seguirmos seu ponto de vista, então toda e qualquer seita protestante não prega (ou segue) o evangelho anunciado, já que muito provavelmente 100% delas já tiveram pastores tão ou mais imorais quanto os homens do clero católico da época a que você se referiu. É pra generalizar? É pra dar descrédito a uma igreja por conta de períodos sombrios ou má conduta de seus superiores? Pois então, cite um nome de uma congregação famosa e cito algum escândalo em que ela se envolveu. Não sobrará uma.
      Resumindo: não é porque papas agiram de maneira inescrupulosa no passado que eu devo então supor que só por esse motivo a Igreja Católica deixou de ser aquilo que você chama de 'igreja primitiva'.
      Vou desenhar: Você é o Carlos André, certo? Você hoje é cristão, 'evangélico', honesto, trabalhador... Mesmo que no futuro você vire ateu e desonesto, você nunca deixará de ser o Carlos André. Da mesma forma, a Igreja que era chamada católica nos tempos de Cristo e que sempre seguiu as tradições cristãs, nunca deixou e nem deixará de ser a mesma igreja anunciada por Cristo. Deu pra entender agora?

      Excluir
  9. Carlos André - Bitolado, eu? Por acaso sou eu que abandonei a verdadeira fé para seguir seitazinhas fundadas por homens? Cara, não existe coisa mais absurda do que evangélico chamar católico de bitolado!
    Eu já fui assim, mas amadureci. Pesquisei, assisti e li debates entre católicos e protestantes, cristãos e ateus, islamismo e cristianismo, judaísmo e cristianismo, para não apenas formar minha opinião, mas, sobretudo para poder calar, com argumentos irrefutáveis, pessoas bitoladas como você. Aliás, lhe indico dois livros de minha autoria: "Ex-ateu, graças a Deus!" e "Católico, graças a Deus".
    E aproveito para lançar-lhe um desafio: se você refutar uma só página do livro, eu viro evangélico!

    Não lancei ataques, meu caro, apenas escrevi verdades que sua mente bitolada é incapaz de compreender.

    E repito: VOCÊ NÃO SABE O QUE É UM CATÓLICO DE VERDADE!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo11:49 AM

      td evanjegue é um bitolado kkkkkkkkk

      Excluir
  10. Quanta contradição, hein! Oras, se a Bíblia está acima da igreja e qualquer um que souber interpretá-la já tem a salvação garantida, então para quê aplicar “Onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, aí estou eu no meio deles”?..... R----A bíblia não diz que quem interpreta-la estará salvo, suas conclusões, são suas conclusões.

    Você é mais contraditório do que eu imaginava! Primeiro diz que igreja não importa, depois tenta justificar a existência das trezentas milhões de seitas protestantes usando versículo bíblico! E diz que o bitolado sou eu!.... R---Nunca disse que igreja não importa. Será essa uma típica lógica católica, fazer afirmações conclusivas?

    Você diz que as seitas fundadas diariamente por pastores não influenciam em nada no quesito salvação, mas como pode haver salvação se não há ao menos a certeza de qual doutrina está correta?.... R---A salvação não está em doutrinas de homens. A salvação não está em usar calça ou não. A salvação está em cristo.



    Você está tentando enganar a si mesmo. Só falta dizer agora que a maioria dos pastores coloca a fé acima do dinheiro!.... R---Legado das indulgências da igreja católica. O que falar dos padres que colocam seus desejos acima da fé?

    Me explica isso direito: você diz que sem a Bíblia não tem salvação.... R---Nunca disse isso! Típica afirmação conclusiva.

    Acho ridículo vocês tentarem descredenciar a Verdadeira Igreja falando em igreja primitiva! Patético! Típico de pessoas que usam de mentiras para defender seu fanatismo. Se há uma igreja primitiva, esta é a Católica!.... R----Mentiras??? Isso sim é fanatismo. Igreja católica primitiva??? Sei. Ela é Igualzinha as primitivas, no culto, em tudo, assim como as do século XIII também eram.

    Ok, então se eu crer em Cristo já estarei salvo?
    Um dos maiores erros de vocês, protestantes, é acreditar que "Só a fé" é necessária para a salvação. Vai contra a própria Bíblia. Aliás, essa é a essência do protestantismo: ir contra a Bíblia e contra a verdadeira Igreja (e de tão obtusos e bitolados não conseguem perceber!)..... R---A fé sem obra ela é morta. Tiago 2:26

    E já que citou celibato, toma essa:
    "...O solteiro cuida das coisas que são do Senhor, de como agradar ao Senhor. O casado preocupa-se com as coisas do mundo, procurando agradar à sua esposa." I Corintios 7:32...... R--- E??? O que tem a ver??? Celibato salva??? Pois foi esse o contexto que inseri o celibato no comentário.

    Ah, me poupe da sua hipocrisia! Você veio aqui com o intuito de discutir religião sim! Tanto é que ainda está aqui fazendo exatamente isso!..... R----Matheus 7!

    Você não concordou, mas em nenhum momento conseguiu refutar nada do que escrevi! Percebeu???
    Aliás, chego a rir da suas tentativas de 'responder'...... R---Não, não percebi! É recíproco.

    Carlos André - Por favor, tente novamente responder isso, porque deu até vergonha alheia da sua primeira tentativa:
    "Amigo, eis aí o mal terrível causado pelo protestantismo. Quando você prega doutrinas distintas acerca de um mesmo Deus, apenas afasta as pessoas de Deus! Por exemplo, uma pessoa desinformada resolve visitar várias igrejas protestantes a fim de decidir qual delas vai seguir ou frequentar, e em cada igreja que entra lhe ensinam uma doutrina diferente. Numa igreja ensinam o batismo infantil, na outra não; numa igreja pregam a trindade, em outra não; numa igreja defendem um tal de arrebatamento, na outra rechaçam, enfim, em cada denominação protestante há um pastor com seu conceito totalmente divergente de outros pastores. Aí o cara entra numa igreja e vê o pastor defendendo a prática do aborto! O que acontece com ele? VIRA ATEU!"
    Desconfio que não entendeu, por isso dou um voto de confiança. Tente outra vez!..... R-----Eu até “desenhei”, para um bom entendedor meia palavra basta, mas para um mau... nem desenhando!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carlos André - Antes de mais nada: Mateus 7!

      Realmente, 'a Bíblia não diz que quem interpreta-la estará salvo'; SÃO VOCÊS, PROTESTANTES, QUE AFIRMAM ESSA BOBAGEM, não são minhas conclusões. Ou será que você desconhece o fundamento básico da Sola Scriptura? Pois, então, eu explico: o conceito essencial da Sola Scriptura diz clara e literalmente que a Bíblia é a ÚNICA fonte de doutrina e prática cristãs, ou seja, segundo vocês, protestantes, quem 'souber' interpretar a Bíblia e aplicá-la já estará salvo. Ou você, Carlos André, está querendo reformar da reforma??? OUTRA CONTRADIÇÃO HEIN!

      Sim, admito que você não disse com todas as letras que igreja não importa, mas eu pergunto: Precisava? Se você afirma que a Bíblia (que é um produto da Igreja Católica) está acima da igreja, então, suponho que para você a igreja não tem tanta importância no quesito salvação. Simples assim! Se SÓ A BÍBLIA basta para salvar-se, a igreja fica em plano secundário obviamente. E mais: você próprio afirmou que não pertence a nenhuma denominação evangélica! (o que duvido muito).

      Olha só, você diz que a salvação está em Cristo, certo? E como você teria chegado a Cristo sem a Igreja Católica, visto que foi ela que preservou a Bíblia que você usa? Ah, sim, claro, negando o fato inegável de que foi a Igreja Católica que preservou a Bíblia fica fácil, não é mesmo? Se você abraça a mentira para defender a sua 'verdade', você não passa de um hipócrita iludido.


      Você pergunta: "O que falar dos padres que colocam seus desejos acima da fé?".
      Eu respondo com outras duas perguntas: O que falar dos pastores e fiéis que colocam os seus desejos acima da fé? O que falar de pastores que colocam-se acima da Igreja de Cristo, criando suas próprias seitas para se enriquecer a custo de arrastar milhões de almas para o inferno?

      Você nunca disse que sem a Bíblia não tem salvação? hahaha! Então, me explique seu novo conceito de protestantismo! Ora, um evangélico protestante do proetstantismo? Hahaha!Então, você é apenas um 'desigrejado' que não segue a Solo Scriptura?
      É o que digo: esse mundo protestante é uma bagunça total! Cada um inventa seu próprio conceito acerca de religião, de igreja, de Bíblia, etc. 'Tá serto!' Afinal, vocês são livres para interpretar a Bíblia como quiserem, não é mesmo!

      E ainda diz: "A fé sem obra ela é morta. Tiago 2:26" - MAS, É EXATAMENTE ISSO QUE NÓS, CATÓLICOS, JÁ ESTAMOS CANSADOS DE ESFREGAR NA CARA DE VOCÊS!
      Não entendo mais nada! Primeiro você vem e diz que é evangélico, depois começa a pisar em conceitos básicos do protestantismo! Admita: você é um cristão que se simpatiza com as igrejas protestantes, rejeita a Igreja Católica, mas usa argumentos de ambas para fazer valer suas convicções. Putz!

      "...O solteiro cuida das coisas que são do Senhor, de como agradar ao Senhor. O casado preocupa-se com as coisas do mundo, procurando agradar à sua esposa." I Corintios 7:32 - Você citou celibato e lhe dei um argumento bíblico, só isso! Eu disse que celibato salva??? Matheus 7!

      Quanto à sua esquiva, eu insisto, tente responder sem FUGIR:
      "Amigo, eis aí o mal terrível causado pelo protestantismo. Quando você prega doutrinas distintas acerca de um mesmo Deus, apenas afasta as pessoas de Deus! Por exemplo, uma pessoa desinformada resolve visitar várias igrejas protestantes a fim de decidir qual delas vai seguir ou frequentar, e em cada igreja que entra lhe ensinam uma doutrina diferente. Numa igreja ensinam o batismo infantil, na outra não; numa igreja pregam a trindade, em outra não; numa igreja defendem um tal de arrebatamento, na outra rechaçam, enfim, em cada denominação protestante há um pastor com seu conceito totalmente divergente de outros pastores. Aí o cara entra numa igreja e vê o pastor defendendo a prática do aborto! O que acontece com ele? VIRA ATEU!"

      Excluir
    2. Carlos André - Se para um bom entendedor meia palavra basta, então, você definitivamente não é um.

      Excluir
  11. Quanto aos erros da Igreja Católica, realmente foram muitos, mas, se compararmos aos benefícios que trouxe à humanidade a comparação fica até absurda. Claro, você como um bom evangélico, não conhece a história da Igreja Católica..... R---Matheus 7!

    Não somos nós que distorcemos e mutilamos as Escrituras! São vocês que fazem isso! São vocês que pregam um evangelho diferente! São vocês que rejeitam a tradição e o magistério que era seguido e

    observado pelo próprio Jesus Cristo!...... R---Apenas discordamos de alguns dogmas como a imaculada conceição, infalibilidade papal, assim como a igreja católica ortodoxa também discorda.

    Não venha falar de Maria ou culto a Maria!
    Quem rejeita a mãe de Cristo jamais será digno de Cristo!.... R---Não fazer culto, não rezar, é rejeitar?


    Leia direito sua Bíblia, pois lá está claramente exposto que Maria é a mãe de Deus e que deve ser louvada. Quer os versículos?..... R---O fato de Jesus ser o verbo que se fez carne, e dizer EU SOU, não torna Maria mãe de Deus. O próprio Jesus se referia a ela como “mulher” e não como mãe. Ela é foi um exemplo, bem aventurada, serva de Deus, não mãe de Deus.

    Então chegaram a mãe e os irmãos de Jesus. Ficando do lado de fora, mandaram alguém chamá-lo. Havia muita gente assentada ao seu redor; e lhe disseram: "Tua mãe e teus irmãos estão lá fora e te procuram". "Quem é minha mãe, e quem são meus irmãos?", perguntou ele. Então olhou para os que estavam assentados ao seu redor e disse: "Aqui estão minha mãe e meus irmãos! Quem faz a vontade de Deus, este é meu irmão, minha irmã e minha mãe".

    "Eles não têm mais vinho". Respondeu Jesus: "Que temos nós em comum, mulher? A minha hora ainda não chegou".

    Tem uma canção católica que diz “Não és deusa não és mais que Deus, mas depois de Jesus o senhor, neste mundo ninguém foi maior”
    “Na verdade vos digo que, entre os nascidos de mulher, não apareceu ninguém maior do que João Batista, mas aquele que é o menor no reino dos céus é maior do que ele”
    Mateus 11:11
    “E eu, irmãos, apliquei essas coisas, por semelhança, a mim e a Apolo, por amor de vós, para que, em nós, aprendais a não ir além do que está escrito, não vos ensoberbecendo a favor de um contra outro” Coríntios 4:6

    Não é uma generalização, mas o simples fato de ser protestante já me basta para saber que a 'igreja' não tem nada que remeta à igreja primitiva (a Católica). Muito pelo contrário, pois vocês apenas afastam e SEPARAM as pessoas da Verdade cristã...... R-----Não sei como se afasta alguém da verdade cristã pregando apenas Cristo, Ele sendo o foco. Acredito que quem afasta é quem desvia o foco. A Igreja primitiva pregava apenas cristo, e é isso que as evangélicas fazem. O que tem a ver com igrejas primitivas são dogmas criados Mil anos depois? Ah tá! Os Evangélicos irão para o inferno?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carlos André - Hahaha! Não julgueis, e não sereis julgados? É assim que você se esquiva de uma pergunta? Ora, vai querer me convencer agora que não fez qualquer julgamento em seus diálogos aqui? Leia-os! Se a pergunta que te fiz (e você não respondeu) foi um julgamento, então estás a julgar o tempo todo!

      Você diz: "apenas discordamos de alguns dogmas como a imaculada conceição, infalibilidade papal". Olha, que ótimo resumo! Que mascaramento, hein! Vocês não apenas discordam de alguns dogmas, vocês criam seus próprios dogmas baseados na livre interpretação das Escrituras. Vocês não apenas discordam de alguns dogmas, vocês discordam da Igreja de Cristo, do sustentáculo da Verdade!

      A respeito da Virgem Maria você pergunta: "Não fazer culto, não rezar, é rejeitar?". Eu respondo: Com certeza absoluta que é uma rejeição sim! E não é simplesmente por não rezar para a Virgem Maria, mas porque tanto eu como você sabemos muito bem que protestante rejeita a santidade de Maria sim! Especialmente os 'evangélicos'!

      Você disse: "O fato de Jesus ser o verbo que se fez carne, e dizer EU SOU, não torna Maria mãe de Deus. O próprio Jesus se referia a ela como “mulher” e não como mãe. Ela é foi um exemplo, bem aventurada, serva de Deus, não mãe de Deus."

      Meu Deus! É pior do que eu imaginava! Maria não é a mãe de Deus??? Definitivamente você não é um bom entendedor mesmo! Nem um bilhão de palavras fariam você entender, mas se você diz acreditar na Bíblia, não acredite em mim, acredite nela! E a Bíblia diz claramente que Maria é a Mãe de Jesus! Já apagaram estes versículos da sua Bíblia mutilada também?
      Os versículos que você citou, muito batidos pelos protestantes, não diminuem em nada, absolutamente NADA a importância da Virgem Maria e muito menos rechaça o fato de que ela é a 'mãe de Nosso Senhor'. Você interpreta tais versículos dessa forma mesmo?

      Você, como todo bom protestante só cita versículos que lhes convém, mas apenas com Lucas 1 nós derrubamos tudo isso que você tentou colocar para tentar dar embasamento bíblico a essa idiotice de que Maria não é a mãe de Deus. Entretanto, se não bastar, eu posso lhe indicar outros tantos versículos.

      Quanto à sua última fala, não, os evangélicos não vão para o inferno, pois evangélico verdadeiro só existe um: o católico! O termo 'evangélico' não significa afastar-se dos preceitos cristãos (que também incluem a Igreja Católica, claro), abandonar a tradição apostólica, desprezar a Mãe de Cristo, anunciar e pregar um novo evangelho. Quando eu digo novo, é só uma força de expressão, pois no mundo protestante existem MILHARES de evangelhos, inclusive aqueles que negam a santidade de Maria. Isso não é ser evangélico, meu caro, isso é ser APÓSTATA! Vocês apenas se apoderaram de um título que não faz jus ao sentido literal da palavra.
      Corrigindo você mais uma vez: a igreja 'primitiva' (que é a Católica) não pregava apenas Cristo! Onde você aprendeu essa besteira? Com certeza não foi com Olavo de Carvalho! A igreja primitiva pregava Cristo, mas reconhecia a santidade de Maria e dos mártires católicos e isso está devidamente provado. A igreja primitiva não admitia que qualquer um saísse interpretando as Escrituras sem consultar os bispos e sacerdotes da Igreja, como bem quisesse (até porque ainda não existia a Bíblia). A igreja primitiva jamais admitiria o que hoje vocês chamam de pastores! Jamais! Enfim, você não deve saber nada a respeito do que chama de igreja primitiva.

      Joga aí o Mateus 7 agora! rsrsrss

      Excluir
  12. Porém, ainda resta uma esperança! Você disse que segue Olavo de Carvalho. Talvez aprenda alguma coisa com ele sobre Catolicismo e volte-se para a VERDADE..... R----Sigo também William Lenne Craig e Francis Collins.

    Carlos André - Bitolado, eu? Por acaso sou eu que abandonei a verdadeira fé para seguir seitazinhas fundadas por homens?.... R----Qual é a verdadeira fé? Abandonar a verdadeira fé seria abandonar a cristo. Que mal há em louvar e cultuar somente Cristo? Os milhares de dogmas criado pela igreja católica séculos depois não são criação do homem? São idênticos aos usados pelas igrejas primitivas?

    Cara, não existe coisa mais absurda do que evangélico chamar católico de bitolado!..... R----Existe uma grande diferença entre dizer, “quem é católico é bitolado” e “você se comporta como alguns bitolados da igreja evangélica que dizem que esse ou aquele irão para o inferno ” ou “você é bitolado”, absurdo é achar que só o fato de ser católico já o torna “imbitolável”.

    Eu já fui assim, mas amadureci. Pesquisei, assisti e li debates entre católicos e protestantes, cristãos e ateus, islamismo e cristianismo, judaísmo e cristianismo, para não apenas formar minha opinião, mas, sobretudo para poder calar, com argumentos irrefutáveis, pessoas bitoladas como você..... R----Calar? Irrefutáveis? Sei! Isso é o que você acha, apenas sua cosmovisão.

    Aliás, lhe indico dois livros de minha autoria: "Ex-ateu, graças a Deus!" e "Católico, graças a Deus".
    E aproveito para lançar-lhe um desafio: se você refutar uma só página do livro, eu viro evangélico!.... R---Ah tá, vira evangélico, sei! Como refutar alguém que não é aberto ao questionamento? Você mesmo disse que seus argumentos são irrefutáveis, como refutar alguém que acha isso? O que considero refutável você não considera, e vice-versa. Seus argumentos muitos deles foram baseados em coisas que eu não disse, mas parafraseando o que você disse... isso é típico de um católico, chegar a conclusões supostamente lógicas que não remetem ao fato, tipo... Maria mãe de Deus. Pelo seu comportamento extremista, e argumentos usados aqui, seus livros tornam-se desinteressantes. Não por ser de um defensor da fé católica, mas por serem seus.

    Não lancei ataques, meu caro, apenas escrevi verdades que sua mente bitolada é incapaz de compreender.... R----Quais verdades??? Suas verdades. Sua Cosmovisão. Nesse caso posso também dizer que sua mente bitolada não consegue entender as verdades que escrevi.


    E repito: VOCÊ NÃO SABE O QUE É UM CATÓLICO DE VERDADE!.... R---- Posso até não conhecer, mas tenho absoluta certeza que você não É! Católico de verdade agrega e não dispersa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carlos André - Você afirma que "abandonar a verdadeira fé seria abandonar a cristo", certo?
      "Quem vos ouve, a mim ouve; e quem vos rejeita, a mim rejeita; e quem me rejeita, rejeita aquele que me enviou."- Sim, abandonar a Igreja de Cristo é abandonar indiretamente a Cristo (por +devoto que você seja)

      Você pergunta: "Que mal há em louvar e cultuar somente Cristo?"
      Não há mal nenhum, muito pelo contrário, mas, NÃO É SUFICIENTE! Se fosse, qualquer um que se arrependesse de seus crimes, louvando a Cristo já estaria salvo, afinal, no protestantismo CADA FIEL É SEU PRÓPRIO PAPA, ou seja, pode interpretar a Bíblia com a assistência infalível do Espírito Santo. Se você cultua Cristo, mas rejeita a sucessão de seus apóstolos, você está desobedecendo a Cristo.

      E é óbvio que os dogmas de fé da Igreja Católica são idênticos aos da 'igreja primitiva'.

      Talvez eu tenha que desenhar para você entender sobre o assunto 'bitolado', mas tentarei explicar: você é protestante, eu sou católico e você me chamou de bitolado (nessa hora não se lembrou de Mateus 7, não é mesmo?). Pois, então! Repito e reitero: Não existe coisa mais absurda do que evangélico chamar católico de bitolado! Preciso desenhar?
      O fato de eu ser católico pode até não me tornar 'imbitolável', mas o fato de você ser protestante, com certeza o torna um bitolado (sim, essa é minha cosmovisão).

      Posso até não ter te calado, mas é inegável que você não refutou nada, ou seja, é IRREFUTÁVEL sim!
      Sou completamente aberto ao questionamento, mas quando digo que NÃO PODE HAVER NEM MESMO MAIS QUE UMA IGREJA (OU RELIGIÃO, COMO QUEIRA) e que a Igreja de Cristo na Terra é SOMENTE a Católica, digo com todas as letras sim que este é um argumento irrefutável, pelo menos para quem entende verdadeiramente a Bíblia.
      Não tenho culpa se vocês não admitem a verdade IRREFUTÁVEL que há por detrás destes versículos: "E eu te declaro: tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja; as portas do inferno não prevalecerão contra ela. Eu te darei as chaves do Reino dos céus: tudo o que ligares na terra será ligado nos céus, e tudo o que desligares na terra será desligado nos céus."
      Para um bom entendedor, meia palavra basta!

      Você: "Pelo seu comportamento extremista, e argumentos usados aqui, seus livros tornam-se desinteressantes. Não por ser de um defensor da fé católica, mas por serem seus."
      Extremista? Diga-me, onde está o extremismo? Se defender minha fé é ser extremista, você também é um (já que está defendendo a sua)! Esqueceu de Mateus 7?
      Não sou extremista; só defendo a minha igreja de pessoas ignorantes (sobre catolicismo) e fanáticas como vc (aposto que agora sim você lembrou de Mateus 7).

      As verdades que defendi aqui não fazem apenas parte da minha cosmovisão, elas são os fundamentos da verdadeira fé cristã. Para amparar essas verdades tenho a história, a arqueologia, a Bíblia, a Igreja Católica e o principal: DEUS! Quanto a você, suas verdades são fundamentadas no homem, nas seitas, na mentira, na deturpação cristã. Suas 'verdades' são adulterações grotescas da verdade, porque essa é a essência do protestantismo.

      Excluir
    2. Carlos André - Você disse: "Posso até não conhecer, mas tenho absoluta certeza que você não É! Católico de verdade agrega e não dispersa."

      De onde você tirou essa certeza? Esqueceu de Mateus 7 de novo hein! (ah, desculpe, esqueci que protestante usa versículos bíblicos só para o que lhe convém argumentar em sua defesa, mas esquece esses mesmos versículos quando se trata de julgar/acusar outras pessoas).

      Católico de verdade não apenas pratica, mas defende a sua fé. E é exatamente isto que estou fazendo aqui.
      Não posso agregar alguém que insiste em ser um desagregado.
      A questão é que ao fazer seu comentário você talvez tivesse achado que eu era apenas mais um desses pseudocatólicos que você encontra por aí, que se calam ou não têm argumentos para debater com protestante.
      Devo ter te desapontado muito, já que você não sai daqui, mesmo sabendo que nem você vai mudar minha visão e nem eu vou mudar a sua.
      A diferença é que você segue o que dizem os homens sobre Deus e eu obedeço o que disse Deus para os homens.

      Mas, insisto na pergunta: quando você veio aqui comentar, qual era sua pretensão? O que você esperava que eu respondesse? Esperava mesmo que eu concordasse contigo?
      Não se esqueça que toda ação tem uma reação.

      Se o cara quer protestar, se quer seguir seu próprio conceito de livre interpretação bíblica, que o faça à vontade (só Deus poderá julgá-lo por isso), mas que não venha aqui me encher o saco, pois com certeza vai ficar exatamente como você está agora.
      Nesse ponto eu sou radical mesmo!
      E todo católico que se preze é assim. Vá se acostumando.
      Acho que pela primeira vez na sua vida, você conheceu um católico de verdade.

      Excluir
  13. Meu nível de debate configurado em ataque? Não, apenas respondi seu comentário e coloquei meus argumentos. Acontece que os argumentos que pesam em favor do Catolicismo sempre serão encarados por vocês, protestantes, como ataques, quando na realidade são apenas verdades que vocês se recusam a ouvir/aceitar.
    Ataque mesmo é o que muitos de vocês, evangélicos, fazem com os católicos. E são ataques desleais e MENTIROSOS ('prostituta da Babilônia', 'besta do apocalipse', 'idólatras', 'pagãos', etc...).
    R-----Não são mentirosos, podem não ser verdades, mas não creio que sejam mentiras. Eis a importância de entender a cosmovisão alheia. Você ataca os evangélicos de estarem mentindo e evangélicos atacam católicos de estarem mentindo também, quando na verdade tudo não passa de cosmovisão diferente. Quando disse que você se comporta como os evangélicos bitolados que criticam a igreja católica, me referi a esse tipo de evangélico, foi nesse contexto que inseri a palavra bitolado. Por isso eu disse que já fui bitolado e disse também “Você é quem chama as igrejas evangélicas de seita, o meu tempo de chamar a igreja católica de babilônia passou”.

    Quem começou com insinuações acerca de padres? Hein??? Não seja hipócrita, admita pelo menos o que você escreve!
    R------Essa minha insinuação já respondi. Foi em resposta ao que você disse que o pastor é tratado como Deus. Eu disse não saber como seria esse tratamento e insinuei esse caso, que poderia ser o mesmo tratamento dado ao padre que conheço, que embora tenha atitudes extremamente suspeita, era para no mínimo os fieis ficarem em cima do muro e não defenderem com unhas e dentes colocando a mão no fogo por ele. Fiz uma alusão do tratamento recebido por esse padre com o tratamento que você citou que os pastores recebem. Citei o caso para demonstrar que embora suspeito o grau do enaltecimento dado a um padre era elevado, para dar mais ênfase ao entendimento de como poderia ser o tratamento dado aos pastores. E que embora esse enaltecimento, mesmo assim não considerava que o padre era tratado como Deus.

    Eu não deturpei nada e não tirei qualquer frase do contexto (leia o que você escreveu), você foi muito claro em suas insinuações sobre o tal padre que você 'conhece'.
    Você citou um caso pessoal, eu lhe respondi à altura. Onde está a deturpação nisso?
    R-----Insinuar que eu fecho os olhos para a relação pastor-crente, não é responder à altura. Citei um fato verídico e não condenei o padre, o coloquei como suspeito, já você fez uma insinuação pessoal a mim. Não disse que você deturpou a respeito do padre, mas sim sobre outros assuntos, como o do diálogo abaixo:
    VOCÊ POSTOU– “Você disse: "Imagina apenas a igreja católica para comungar, ser cristão seria sinônimo de ser católico, e quem não gostasse dos dogmas ou escandalizasse com os escândalos da igreja, não teria outro lugar para ouvir a palavra."

    Mas, ao longo dos séculos, muitos 'Luteros' apareceram e nem por isso a Igreja Católica deixou de existir. Além do mais, se a gente for comparar os escândalos atuais do mundo protestante com os do mundo católico, ESSA SUA TENTATIVA DE ARGUMENTAÇÃO VAI POR ÁGUA ABAIXO.

    EU RESPONDI – “R----Que tentativa de argumentação??? Você está deturpando as coisas. Meu argumento foi no sentido que se existisse apenas uma igreja e houvesse um escândalo as opções seria aceitar ou deixar de frequentar. Esse argumento foi em defesa de você ter para onde ir caso algum escândalo o faça deixar de frequentar determinada igreja. Não foi no sentido de comparações.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carlos André - Suas palavras: "Não são mentirosos, podem não ser verdades, mas não creio que sejam mentiras."
      Belo pleonasmo ideológico! Nesta frase atingiste, sem dúvida, o ápice da contradição. Eu até entendo cosmovisões alheias, mas este tipo de cosmovisão realmente não dá para entender. Se você acha que me comporto como 'evangélicos bitolados', posso dizer exatamente o mesmo de você, não acha? Repito: quanto ao fato de atacar evangélicos por estarem mentindo, eu não diria que seriam ataques, mas sim a exposição de verdades que soam como ataques. Não me importo com isso. Como já afirmei antes: eu não tenho apenas as Escrituras para embasar a minha fé; tenho, além das Escrituras, a Santa Igreja e a Santa tradição. Sei que não adianta ficar discutindo com você, afinal, você é seu próprio Papa e não precisa obedecer à Igreja, nem à tradição. Você não considera isso importante (igreja e tradição), eu entendo, mas nunca vai me convencer de que vocês, 'reformadores', estão com a razão e que devo jogar 1500 anos de história cristã na lata de lixo para obedecer a um conceito (Sola Scriptura) que sequer é ensinado na Bíblia (muito pelo contrário) e que só foi 'descoberto' no século XVI.

      Quanto às insinuações sobre o padre, não posso afirmar categoricamente que você teve a intenção, mas notei sim um fundo malicioso em seu comentário. Aliás, quando eu falei sobre tratamento crente x pastor, em nenhum momento me referi a relações pessoais e sim atentei para o fato de que não havendo UNIDADE doutrinária no protestantismo, um pastor pode interpretar a Bíblia erroneamente e difundir suas ideias deturpadas, convencendo inúmeros 'crentes'. Isso é fato! Não há o que discutir quanto a isso. Ah, e se eu fosse citar casos (que ouvi ou presenciei) envolvendo relacionamentos pastor x crente, você sentiria-se enojado, pode acreditar, por isso nem entro por essa via que você seguiu.

      Você ainda tenta argumentar dizendo "Citei um fato verídico e não condenei o padre, o coloquei como suspeito", mas, convenhamos, que comentário maldoso hein! E não adianta tentar se isentar, pois isso ficou bastante evidente.

      Leia o que você escreveu e diga se estou errado: "Tipo, tem um (padre) aqui perto de casa que vive rodeado de crianças e adolescentes até tarde da noite, presenteia, com notebook, celular e etc. Ficam na casa do padre até altas horas e depois de madrugada ele leva em casa. Alguns vizinhos acham estranho isso, mas evitam falar perto dos fiéis, pois eles defendem o padre como o islã defende Maomé."

      Sem mais.

      Excluir
  14. Não satisfeito?
    Então, toma aí seu golpe de misericórdia através destas palavras: “O Filho de Deus se fez homem, concebido do Espírito Santo, sem o auxílio de varão, a nascer de Maria pura, santa e sempre virgem.”
    Sabe quem as escreveu? O seu Martinho Lutero, o homem responsável por todo o universo protestante, por toda essa confusão.
    R----Me impressiona sua misericórdia, chega ser cômico. E não é só isso, tinha a questão das imagens, do batismo entre outros. Não é o meu Martinho do Lutero, ele não é o papa dos evangélicos, ele é apenas mais um como tantos outros que lutaram contra as heresias da igreja católica, porém ele obteve sucesso graças à invenção de Gutenberg.

    Realmente, 'a Bíblia não diz que quem interpreta-la estará salvo'; SÃO VOCÊS, PROTESTANTES, QUE AFIRMAM ESSA BOBAGEM, não são minhas conclusões. Ou será que você desconhece o fundamento básico da Sola Scriptura? Pois, então, eu explico: o conceito essencial da Sola Scriptura diz clara e literalmente que a Bíblia é a ÚNICA fonte de doutrina e prática cristãs, ou seja, segundo vocês, protestantes, quem 'souber' interpretar a Bíblia e aplicá-la já estará salvo. Ou você, Carlos André, está querendo reformar da reforma??? OUTRA CONTRADIÇÃO HEIN!.....
    R----- Você é engraçado, deturpa as coisas que é uma beleza. Aplicar é igual a Interpretar? Quem está se contradizendo é você, seu conceito de se contradizer é cômico, ou seria desonestidade intelectual? Como você disse; quem souber interpretar e APLICAR..... OUTRA DETURPAÇÃO HEIN!

    Sim, admito que você não disse com todas as letras que igreja não importa, mas eu pergunto: Precisava?.... R---- Siiiimmm. Não podes afirmar o que o outro não disse.

    Se você afirma que a Bíblia (que é um produto da Igreja Católica) está acima da igreja, então, suponho que para você a igreja não tem tanta importância no quesito salvação. Simples assim!..... R----Existe uma diferença entre não ter importância e não ter TANTA importância ou MUITA importância, na primeira afirmação a igreja não é importante, na segunda a igreja é importante. Outra, o fato de dizer que a bíblia tem autoridade sobre a igreja, não se faz supor que a igreja não tem tanta importância e muito menos que “não tem importância”, isso é deturpação. Partindo dessa lógica, o Major tem autoridade sobre o Capitão, logo o capitão não tem importância ou não tem tanta importância.

    Se SÓ A BÍBLIA basta para salvar-se, a igreja fica em plano secundário obviamente. E mais: você próprio afirmou que não pertence a nenhuma denominação evangélica! (o que duvido muito)..... R----Não tenho pra que mentir.

    Olha só, você diz que a salvação está em Cristo, certo? E como você teria chegado a Cristo sem a Igreja Católica, visto que foi ela que preservou a Bíblia que você usa? Ah, sim, claro, negando o fato inegável de que foi a Igreja Católica que preservou a Bíblia fica fácil, não é mesmo? Se você abraça a mentira para defender a sua 'verdade', você não passa de um hipócrita iludido......
    R----E os índios irão para o inferno? Nunca neguei que foi a igreja católica que preservou as escrituras, disse que o fato de ter preservado as escrituras não lhe dá autoridade sobre ela. Eu abraçaria uma mentira para defender uma verdade se eu fosse católico, pois estaria praticando o que não acredito. E mais... se fosse para escolher eu seria católico, é bem mais legal, a igreja, a tradição, a liturgia, a devoção aos santos, porém minha fé não permite.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carlos André - O que chega a ser cômico mesmo é você não entender o sentido da expressão 'golpe de misericórdia'! Mas, não me espanta.

      Sua afirmação de que Lutero "é apenas mais um como tantos outros que lutaram contra as heresias da igreja católica" poderia simplesmente ser traduzida como "um dos tantos que se julgaram acima de toda a tradição cristã e promulgaram sua visão pessoal e particular acerca da Igreja Católica, da tradição, das Escrituras e, por que não dizer, do próprio Deus"

      Você diz que sou engraçado e eu diria que você é, no mínimo, patético. Você disse novamente que eu deturpo as coisas, mas percebi que usou o artifício do ataque para não responder à minha afirmativa. E ainda tem a cara de pau de falar em desonestidade intelectual.
      Seu caso é crônico mesmo. Um misto de mitomania, contradição e deturpação.

      "Não podes afirmar o que o outro não disse." - Mas, posso muito bem deduzir, afinal, para um bom entendedor, meia palavra basta (e no seu caso, não foram meias palavras, foram frases completas colocando e definindo a Igreja como algo secundário nesta religião que você segue)

      Você não percebe, mas quanto mais você tenta se explicar sobre relevância ou importância da Igreja, mais você se atrapalha.
      Que tal ser mais claro? Responda sem rodeios o que a igreja significa para você! Ela é ou não é importante?
      QUAL É O PAPEL DA SUA IGREJA? E DO SEU PASTOR?
      Aliás, você me parece bastante confuso. Em toda minha vida, eu nunca ouvi um 'evangélico' dizer que não pertence a nenhuma denominação, a nenhuma igreja (seita); você foi o primeiro.

      Quanto a essa afirmação: "E os índios irão para o inferno? Nunca neguei que foi a igreja católica que preservou as escrituras, disse que o fato de ter preservado as escrituras não lhe dá autoridade sobre ela. Eu abraçaria uma mentira para defender uma verdade se eu fosse católico, pois estaria praticando o que não acredito. E mais... se fosse para escolher eu seria católico, é bem mais legal, a igreja, a tradição, a liturgia, a devoção aos santos, porém minha fé não permite."

      Se os índios vão para o inferno? Por quê? Bom, você deve imaginar que em Sua onisciência, Deus sabe muito bem se um índio que nunca conheceu o Evangelho ou a Igreja o aceitaria de coração se os conhecesse, portanto, só cabe a Deus julgar aqueles que nunca tiveram acesso à Igreja ou às Escrituras.
      Veja bem, se foi a Igreja Católica que preservou (e canonizou) as Escrituras, com certeza ela é sim a maior autoridade sobre a Bíblia. Negar isso é colocar em dúvida a legitimidade das Escrituras! Se a Bíblia é um subproduto da Igreja Católica, é óbvio que ela é a maior instituição da Terra a ter autoridade sobre ela. A grande questão é que os protestantes encaram a igreja como uma instituição humana, quando na verdade a Igreja (católica, claro!) é uma instituição divina.

      Você não abraçaria uma mentira se fosse católico, como afirmaste, muito pelo contrário, pois você estaria apenas agindo como homens tão santos como São Tomás, Santo Agostinho, Santo Inácio, São Domingos, São João Bosco, Santo Padre Pio de Pietralcina e tantos milhares que abraçaram a Verdade pregada por Cristo na Igreja que ele próprio fundou na Terra. Estude a vida dos santos padres, dos doutores da Igreja e verás onde se encontra a verdadeira verdade.

      Se você acha "legal, a igreja, a tradição, a liturgia, a devoção aos santos" e diz que não segue o catolicismo porque sua fé não permite, eu me pergunto: qual é a sua fé? Não é a sua fé que não permite, mas sim o seu orgulho (ou talvez ignorância).

      Excluir
  15. Você pergunta: "O que falar dos padres que colocam seus desejos acima da fé?".
    Eu respondo com outras duas perguntas: O que falar dos pastores e fiéis que colocam os seus desejos acima da fé? O que falar de pastores que colocam-se acima da Igreja de Cristo, criando suas próprias seitas para se enriquecer a custo de arrastar milhões de almas para o inferno?.....
    R----Você acaba de entrar num carrossel, pois essa pergunta foi em resposta ao nível dessa afirmação; “Você está tentando enganar a si mesmo. Só falta dizer agora que a maioria dos pastores coloca a fé acima do dinheiro!”.... R---Legado das indulgências da igreja católica. O que falar dos padres que colocam seus desejos acima da fé?

    Você nunca disse que sem a Bíblia não tem salvação? hahaha! Então, me explique seu novo conceito de protestantismo! Ora, um evangélico protestante do proetstantismo? Hahaha!Então, você é apenas um 'desigrejado' que não segue a Solo Scriptura?
    R----Não há um novo conceito de protestantismo, eu não estou protestando nada e desconheço a igreja que esteja.

    E ainda diz: "A fé sem obra ela é morta. Tiago 2:26" - MAS, É EXATAMENTE ISSO QUE NÓS, CATÓLICOS, JÁ ESTAMOS CANSADOS DE ESFREGAR NA CARA DE VOCÊS!
    Não entendo mais nada! Primeiro você vem e diz que é evangélico, depois começa a pisar em conceitos básicos do protestantismo! Admita: você é um cristão que se simpatiza com as igrejas protestantes, rejeita a Igreja Católica, mas usa argumentos de ambas para fazer valer suas convicções. Putz!
    R-----Não sei quem são nós, os ditos católicos de verdade? Os católicos que conheço não costumam ler a bíblia, pelo menos no tempo que participava da igreja católica não era incentivado a ler. Quando citava alguns famosos versículos muitos desconheciam.

    Você citou celibato e lhe dei um argumento bíblico, só isso! Eu disse que celibato salva??? Matheus 7!
    R----Você disse “Toma essa” e citou um argumento bíblico, daí eu respondi; “O que tem a ver??? Celibato salva??? Pois foi esse o contexto que inseri o celibato no comentário.” Não afirmei que você disse que celibato salvava, fiz uma pergunta e ainda expliquei o motivo da pergunta. E mesmo que eu tivesse afirmado, coisa que não fiz, não estaria julgando, mas sim deturpando.

    Quanto à sua esquiva, eu insisto, tente responder sem FUGIR:
    "Amigo, eis aí o mal terrível causado pelo protestantismo. Quando você prega doutrinas distintas acerca de um mesmo Deus, apenas afasta as pessoas de Deus! Por exemplo, uma pessoa desinformada resolve visitar várias igrejas protestantes a fim de decidir qual delas vai seguir ou frequentar, e em cada igreja que entra lhe ensinam uma doutrina diferente. Numa igreja ensinam o batismo infantil, na outra não; numa igreja pregam a trindade, em outra não; numa igreja defendem um tal de arrebatamento, na outra rechaçam, enfim, em cada denominação protestante há um pastor com seu conceito totalmente divergente de outros pastores. Aí o cara entra numa igreja e vê o pastor defendendo a prática do aborto! O que acontece com ele? VIRA ATEU!"
    R-----Esquiva? Fugir? Onde? Eu já respondi. Pra mim, minha resposta foi muito clara. Quando disse que até desenhei, foi porque eu até exemplifiquei. Minha resposta é a mesma, eu penso exatamente o contrário. É mais fácil virar ateu por ter uma única religião do que o oposto, pois se você discordar dessa única religião, você não tem para onde ir, ou acredita nela ou não acredita em nada, já que não há outra que se alinhe com sua maneira de pensar. Como lhe disse, muitos já me disseram que se não fossem as suas respectivas igrejas, não seriam de igrejas nenhuma. Por isso acho benéfica essa difusão, pois faz com que um número maior de pessoas receba o evangelho de Cristo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carlos André - Se eu lancei uma afirmação e você a responde com uma pergunta de contexto semelhante (sem a responder), quem deu início ao que você chamou de carrossel não foi eu, concorda?
      "O que falar dos padres que colocam seus desejos acima da fé?" - Não acredito que eles sejam maiores em estatísticas do que os pastores que colocam o dinheiro acima da fé (sabemos que quase toda igreja protestante/evangélica dá um ênfase descomunal ao dízimo), o que naturalmente não isenta de culpa e pecado os tais padres que você cita. Tanto o pastor quanto o padre estão errados nesse caso, porém, só uma Igreja está certa.

      Você afirmou: "Os católicos que conheço não costumam ler a bíblia, pelo menos no tempo que participava da igreja católica não era incentivado a ler..."
      Há uma razão bastante simples para explicar isso: nós não precisamos ficar 'caçando' e analisando versículos bíblicos para saber, conforme nossa interpretação pessoal, se aquilo corresponde ou não à verdade cristã. Nós não temos SÓ a Bíblia, temos o Catecismo que nos orienta em questões que não estão tão explícitas na Bíblia (ou que podem dividir opiniões), temos a tradição a qual seguimos, e temos o principal: a presença do Espírito Santo na Igreja Católica, nos seus padres, bispos, etc. Não duvidamos da nossa Igreja, não a colocamos em segundo plano. Eu, por exemplo, gosto de ler a Bíblia, mas não me julgo uma autoridade para sair interpretando as escrituras, menosprezando, contestando ou ignorando a Igreja.

      Sobre celibato, só rodeios sem sentido e nenhuma opinião.


      Quanto a isso: "É mais fácil virar ateu por ter uma única religião do que o oposto, pois se você discordar dessa única religião, você não tem para onde ir, ou acredita nela ou não acredita em nada, já que não há outra que se alinhe com sua maneira de pensar..."

      Discordo totalmente. E além do mais, mesmo que você conteste, não conseguirá mudar a história. É só ver o que aconteceu após a Reforma (revolução é a palavra certa). Quando você divide e fatia uma doutrina, inevitavelmente traz a confusão sobre aquilo que esta doutrina abrange (não precisa ser nenhum gênio para constatar isso); quando você subtrai, minimiza ou menospreza a autoridade da Igreja e dá margem para qualquer um interpretar as escrituras como bem entender e fundar sua própria igreja, você garante direta ou indiretamente o respaldo a todo e qualquer tipo de heresia que venha brotar dessas tantas interpretações diferentes.
      Como acreditar em um único 'deus' se não existe consenso em sua doutrina? Como acreditar em único 'deus' se este é propagado de tantas maneiras diferentes e nada coniventes entre si nestas tantas igrejas evangélicas que existem por aí?
      Se estas questões não o fazem pensar, reflita pelo menos sobre o fato de o ateísmo ter ganhado vida e força justamente após a 'reforma' e também sobre os países mais ateus do mundo terem sido os primeiros a adotar o protestantismo. Mera coincidência?

      Excluir
  16. Adendo sobre Maria: Você, propagador do espantalho que fizeram da Igreja Católica, seguidor do "Só a Bíblia", não me espanta ao afirmar que o culto a Maria não tem 2 mil anos, afinal, tudo o que aprendestes sobre catolicismo certamente veio dos iluministas, ateus, protestantes e falsos pastores. Só mesmo um ignorante em matéria de teologia para levantar essa afirmação mentirosa.
    R----Um não, milhares de ignorantes em teologia, muitos deles doutores. Mas não dê ouvidos a eles, são meros analfabetos funcionais.

    “Resumindo: não é porque papas agiram de maneira inescrupulosa....”
    R---Mas Pedro não agia de maneira inescrupulosa.

    Hahaha! Não julgueis, e não sereis julgados? É assim que você se esquiva de uma pergunta? Ora, vai querer me convencer agora que não fez qualquer julgamento em seus diálogos aqui? Leia-os! Se a pergunta que te fiz (e você não respondeu) foi um julgamento, então estás a julgar o tempo todo!....
    R-----Não amigo, a pergunta que você me fez não é um julgamento, mas sim suas afirmações a meu respeito sem ao menos me conhecer. Não preciso lhe convencer a nada, e muito menos ler meus comentários, pois não fiz qualquer julgamento.

    A respeito da Virgem Maria você pergunta: "Não fazer culto, não rezar, é rejeitar?". Eu respondo: Com certeza absoluta que é uma rejeição sim!.... R----Não considero rejeição. Como eu disse; Maria foi um exemplo, foi agraciada, serva do Senhor. Escolhida para ser a Mãe do nosso Senhor Jesus aqui na terra. Mas tudo bem!

    Meu Deus! É pior do que eu imaginava! Maria não é a mãe de Deus??? Definitivamente você não é um bom entendedor mesmo! Nem um bilhão de palavras fariam você entender, mas se você diz acreditar na Bíblia, não acredite em mim, acredite nela! E a Bíblia diz claramente que Maria é a Mãe de Jesus! Já apagaram estes versículos da sua Bíblia mutilada também?
    R----EXATO! Diz que Maria é a mãe de Jesus, não mãe de Deus. Repito, o fato de Jesus ser o verbo que se fez carne, e o fato Dele dizer EU SOU, não se pode chegar a conclusão simplista de que Maria é a mãe de Deus. Essa conclusão deturpada acaba causando confusão, pois as pessoas tem Deus como o Pai citado por Jesus, e quando se diz Maria Mãe de Deus embanana tudo; Se Maria é a mãe de Deus, quem seria o Pai de Deus ou de Jesus? Se Deus não tem Pai e Maria é a mãe de Deus, seria ela maior do que Deus (suposições)? Usando essa conclusão lógica simplista poderíamos ir mais além... Maria é mãe de Jesus e Jesus é Deus, logo Maria é a mãe de Deus. Deus é Pai, Filho e Espirito Santo, se Maria é a mãe de Deus, então ela é a mãe do Pai, do Filho e do Espirito Santo, logo Maria é a mãe da Trindade. Daí alguém diz que não, que Maria não é mãe da Trindade. Daí vem conclusões simplistas ao reverso; mas se Deus é a Trindade e Maria não é mãe da Trindade, então Maria não é mãe de Deus, e se Jesus é Deus e Maria não é mãe de Deus, logo ela também não é mãe de Jesus.... (Não estou afirmando, apenas exemplificando esse tipo de lógica simplista).
    Desse modo também, usaríamos expressões do tipo “Sangue de Deus tem poder”, ou fazer um pedido a Deus “Em nome de Deus”.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carlos André - Realmente, são analfabetos funcionais. Não dou ouvidos a eles, quem faz isto é você! Para cada 'doutorzinho' protestante que você citar (que afirme que Maria não é a Mãe de Deus), eu cito o dobro de DOUTORES DA IGREJA que os refutam. Creio que fazer uma comparação entre homens que fizeram e viveram a história do Cristianismo e os que só sabem 'protestar' seria até uma injustiça. Não há como comparar qualquer protestante a São Tomás de Aquino ou Santo Agostinho, por exemplo. Nem mesmo ao Santo Padre Pio - um homem verdadeiramente santo e extremamente devoto da Virgem Maria.

      "Mas Pedro não agia de maneira inescrupulosa." - Você leu direito o que escrevi?


      Você disse: "a pergunta que você me fez não é um julgamento, mas sim suas afirmações a meu respeito sem ao menos me conhecer."
      Quais afirmações?
      E o que você conhece a meu respeito para afirmar categoricamente que sou um bitolado? Foi baseando-se no texto ou nos comentários, certo?
      Cara, se você faz uma acusação baseada em um texto ou comentário que lhe desagradou (ou contrariou sua forma de enxergar a Igreja Católica), você não tem sequer o direito de sentir-se julgado se esta pessoa também se basear em seus comentários para formular algo sobre você.
      E pra ser sincero, não preciso te conhecer para reiterar as afirmações que fiz a seu respeito, pois suas palavras endossam tais afirmações.


      Sobre isso: "o fato de Jesus ser o verbo que se fez carne, e o fato Dele dizer EU SOU, não se pode chegar a conclusão simplista de que Maria é a mãe de Deus." - Não é uma conclusão simplista, é uma conclusão óbvia!

      "Essa conclusão deturpada acaba causando confusão, pois as pessoas tem Deus como o Pai citado por Jesus, e quando se diz Maria Mãe de Deus embanana tudo" - Não é conclusão deturpada, são vocês que causam a deturpação. A confusão está na cabeça de vocês, não na nossa.

      "Se Maria é a mãe de Deus, quem seria o Pai de Deus ou de Jesus?" - Vou fazer de conta que não li essa bobagem - parece até pergunta de ateu!
      Além das Escrituras, temos o Catecismo que nos diz que Maria é a Mãe de Deus e que "Em Maria, o Espírito Santo realiza o desígnio benevolente do Pai. É pelo Espírito Santo que a Virgem concebe e dá à luz o Filho de Deus. Sua virgindade transforma-se em fecundidade única pelo poder do Espírito e da fé"

      "Se Deus não tem Pai e Maria é a mãe de Deus, seria ela maior do que Deus (suposições)?" - Uma pergunta mais absurda que a outra! O contexto dessa pergunta simplesmente é: SERÁ QUE JESUS CRISTO É DEUS? Daqui a pouco você vai querer negar a Santíssima Trindade!

      "Maria é mãe de Jesus e Jesus é Deus, logo Maria é a mãe de Deus. Deus é Pai, Filho e Espírito Santo, se Maria é a mãe de Deus, então ela é a mãe do Pai, do Filho e do Espírito Santo, logo Maria é a mãe da Trindade." - Uma pergunta mais absurda que a outra! O contexto dessa pergunta simplesmente é: SERÁ QUE JESUS CRISTO É DEUS? Daqui a pouco você vai querer negar a Santíssima Trindade!

      E ainda diz: "Não estou afirmando, apenas exemplificando esse tipo de lógica simplista".
      Lógica simplista? Já que você fala tanto em Bíblia, não seria mais conveniente você citar onde está escrito na Bíblia que Maria não é a Mãe de Deus? Você não cita porque a Bíblia afirma com todas as letras justamente o contrário! Aí é mais fácil ficar formulando questionamentos imbecis e estritamente pessoais para tentar credenciar suas equivocadas afirmações, não é mesmo?

      Resumindo e reafirmando, as indagações que você fez a respeito de Maria poderiam sintetizar-se em apenas uma pergunta: Será que Jesus Cristo é Deus?

      Excluir
  17. Você é protestante, eu sou católico e você me chamou de bitolado (nessa hora não se lembrou de Mateus 7, não é mesmo?)......
    R----Não há o porquê. O que é bitolado? Qual foi o contexto inserido? Minha resposta foi “Não vim aqui discutir religião, esse meu tempo já passou, o seu comportamento é igual aos dos evangélicos bitolados que criticam a igreja católica”. Primeiro comparei o seu comportamento, não a sua pessoa, com o dos evangélicos de mentes fechadas que não conseguem entender a cosmovisão alheia. E depois da sua resposta eu fui mais sucinto e disse; “Você é bitolado... eu já fui assim, mas amadureci” com o intuito de reafirmar o que eu disse anteriormente sobre o seu comportamento, sobre os quais seus comentários demonstraram, ou seja, demonstraram que o seu raciocínio, sua visão, estão extremamente limitados aos da igreja católica.

    O fato de eu ser católico pode até não me tornar 'imbitolável', mas o fato de você ser protestante, com certeza o torna um bitolado (sim, essa é minha cosmovisão)....
    R----Não sou protestante. Como disse, não estou protestando nada. Só o fato de eu acreditar que existam alternativas de salvação que não seja na igreja evangélica, mostra que não sou um bitolado, porém essa sua afirmação de que “ser evangélico com certeza o torna um bitolado”, indica que você seja um.

    Posso até não ter te calado, mas é inegável que você não refutou nada, ou seja, é IRREFUTÁVEL sim!
    R----Inegável e irrefutável para você. Apenas sua cosmovisão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carlos André - Seu resumo pode ser capaz de convencer a você, mas jamais convencerá a mim.

      O que é bitolado? Você sabe? R: "que tem ideias, opiniões ou conhecimentos estreitos, rígidos, limitados, ultrapassados; quadrado, careta".

      Seguindo essa interpretação, o bitolado aqui é você que tem ideias, opiniões e conhecimentos estreitos e limitados sobre a Igreja Católica e sobre os católicos (e digo isso baseado no seu primeiro comentário o qual originou todo esse debate).

      Se eu, a exemplo de você, fosse fazer uma análise do seu comportamento pelos seus comentários, diria que além de bitolado, você é um sujeito bastante confuso, contraditório e ignorante (em matéria de catolicismo, cristianismo e Escrituras). Em várias frases que você formulou existem contradições absurdas que evidenciam o que acabei de afirmar.


      Você: "Não sou protestante. Como disse, não estou protestando nada." - Olha aí, falando em contradição!
      Como não é protestante? O que você está fazendo aqui é simplesmente isso: exercendo o seu protestantismo, ou seja, contestando a autoridade da Igreja (você não está contestando a mim).
      Você se diz 'evangélico', mas rejeita o título de protestante!
      Você não é nem evangélico e nem protestante, você é simplesmente um BITOLADO.


      Você: "Inegável e irrefutável para você. Apenas sua cosmovisão."
      R.: Não é apenas minha cosmovisão, pois se você não consegue refutar um único católico e fica lançando mão de rodeios e perguntas sobre perguntas para se esquivar, você automaticamente torna os argumentos desse católico irrefutáveis sim.
      Resumindo de uma maneira bem simples, você fala tanto na Bíblia, mas não conseguiu refutar absolutamente NADA usando a Bíblia para fazer valer suas afirmações. Ou seja, é você quem se utiliza de uma cosmovisão particular e pessoal para se enganar.

      MINHA COSMOVISÃO É AMPARADA PELA IGREJA, PELA TRADIÇÃO, PELA BÍBLIA E PELO PRÓPRIO DEUS. E A SUA? SÓ PELA 'SOLO SCRIPTURA' E SUA INTERPRETAÇÃO PESSOAL!
      MINHA COSMOVISÃO É A MESMA QUE OS SANTOS PADRES, OS DOUTORES DA IGREJA E OS PRIMEIROS CRISTÃOS TAMBÉM ACREDITAVAM E DEFENDIAM. E A SUA? POR VOCÊ E QUEM?

      Obs.: Se você tivesse lido livros como "Luz nas trevas - Respostas irrefutáveis as objeções protestantes" do Pe. Julio Maria, por exemplo, nem estaria perdendo seu tempo aqui comigo e o principal: deixaria de ser um sujeito tão confuso, contraditório e bitolado - a menos que você seja um analfabeto funcional, claro.

      Excluir
  18. Sou completamente aberto ao questionamento, mas quando digo que NÃO PODE HAVER NEM MESMO MAIS QUE UMA IGREJA (OU RELIGIÃO, COMO QUEIRA) e que a Igreja de Cristo na Terra é SOMENTE a Católica, digo com todas as letras sim que este é um argumento irrefutável, pelo menos para quem entende verdadeiramente a Bíblia....
    R----Eis o dilema, quem entende verdadeiramente a Bíblia? Por isso acredito importância de entender a cosmovisão de cada um. Quem acredita de outra forma não está abraçando uma mentira como você disse, é apenas sua crença. Por isso me limito a Cristo. Deus conhece os corações e sabe se o que se está fazendo é para abraçar uma mentira ou é para honra e gloria Dele.

    (Romanos 14) Aceitem o que é fraco na fé sem discutir assuntos controvertidos. Um crê que pode comer de tudo; já outro, cuja fé é fraca, come apenas alimentos vegetais. Aquele que come de tudo não deve desprezar o que não come, e aquele que não come de tudo não deve condenar aquele que come, pois Deus o aceitou. 4Quem é você para julgar o servo alheio? É para o seu senhor que ele está em pé ou cai. E ficará em pé, pois o Senhor é capaz de o sustentar.
    Algumas pessoas pensam que certos dias são mais importantes do que outros, enquanto que outras pessoas pensam que todos os dias são iguais. Cada um deve estar bem firme nas suas convicções. Quem dá mais valor a certo dia faz isso para honrar o Senhor. E também quem come de tudo faz isso para honrar o Senhor, pois agradece a Deus o alimento. E quem evita comer certas coisas faz isso para honrar o Senhor e dá graças a Deus. Porque nenhum de nós vive para si mesmo e nenhum de nós morre para si mesmo. Se vivemos, é para o Senhor que vivemos; e, se morremos, também é para o Senhor que morremos. Por esta razão Cristo morreu e voltou a viver, para ser Senhor de vivos e de mortos. Portanto, você, por que julga seu irmão? E por que despreza seu irmão? Pois todos compareceremos diante do tribunal de Deus.
    Assim, cada um de nós prestará contas de si mesmo a Deus.
    Portanto, deixemos de julgar uns aos outros. Em vez disso, façamos o propósito de não pôr pedra de tropeço ou obstáculo no caminho do irmão. Como alguém que está no Senhor Jesus, tenho plena convicção de que nenhum alimento é por si mesmo impuro, a não ser para quem assim o considere; para ele é impuro. Se o seu irmão se entristece devido ao que você come, você já não está agindo por amor. Por causa da sua comida, não destrua seu irmão, por quem Cristo morreu. Aquilo que é bom para vocês não se torne objeto de maledicência. Pois o Reino de Deus não é comida nem bebida, mas justiça, paz e alegria no Espírito Santo; aquele que assim serve a Cristo é agradável a Deus e aprovado pelos homens.

    Assim, seja qual for o seu modo de crer a respeito destas coisas, que isso permaneça entre você e Deus. Feliz é o homem que não se condena naquilo que ele aprova. Mas aquele que tem dúvida é condenado se comer, porque não come com fé; e tudo o que não provém da fé é pecado.


    Não tenho culpa se vocês não admitem a verdade IRREFUTÁVEL que há por detrás destes versículos: "E eu te declaro: tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja; as portas do inferno não prevalecerão contra ela. Eu te darei as chaves do Reino dos céus: tudo o que ligares na terra será ligado nos céus, e tudo o que desligares na terra será desligado nos céus."
    Para um bom entendedor, meia palavra basta!....
    R----Não é só os evangélicos que não enxergam essa tal “verdade irrefutável”, a igreja católica ortodoxa também não.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carlos André - Veja suas palavras: "Eis o dilema, quem entende verdadeiramente a Bíblia?"
      Boa pergunta! Quem?
      Ora, não são vocês que afirmam que qualquer um que esteja inspirado pelo Espírito Santo pode entender e interpretar a Bíblia com autoridade?
      Percebe o nível da sua contradição?

      "Por isso acredito na importância de entender a cosmovisão de cada um." - Entender significa dar respaldo a centenas de interpretações diferentes, certo?

      Já dizia Santo Agostinho: "“Se você crê somente naquilo que gosta no evangelho e rejeita o que não gosta, não é no evangelho que você crê, mas, sim, em si mesmo.”. É exatamente assim que vocês, PROTESTANTES, agem.

      "Por isso me limito a Cristo. Deus conhece os corações e sabe se o que se está fazendo é para abraçar uma mentira ou é para honra e gloria Dele." - Concordo! Deus sabe! Honrar e glorificar a Deus não significa ir contra tudo aquilo que Ele ensinou (obedecer à Tradição, não interpretar livremente as Escrituras, não abandonar a sua Igreja (uma só fé, um só batismo, um só rebanho), não tratar Maria como uma mulher qualquer, não deturpar as Escrituras, não mutilar a Bíblia, etc.)

      Repito: não tenho culpa se vocês não admitem a verdade IRREFUTÁVEL que há por detrás destes versículos: "E eu te declaro: tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja; as portas do inferno não prevalecerão contra ela. Eu te darei as chaves do Reino dos céus: tudo o que ligares na terra será ligado nos céus, e tudo o que desligares na terra será desligado nos céus."

      Quanto à sua resposta: "Não é só os evangélicos que não enxergam essa tal “verdade irrefutável”, a igreja católica ortodoxa também não."

      Corrigindo: vocês, os ateus, ela, e todas as outras seitas que vieram depois - algumas séculos e séculos depois.

      E daí? Isso não altera em nada essa verdade irrefutável.

      A VOCÊS, REVOLUCIONÁRIOS PROTESTANTES:
      “Porque virá o tempo em que os homens já não suportarão a sã doutrina da salvação. Levados pelas próprias paixões e pelo prurido de escutar novidades, ajustarão mestres para si. Apartarão os ouvidos da verdade e se atirarão às fábulas. Tu, porém, sê prudente em tudo, paciente nos sofrimentos, cumpre a missão de pregador do Evangelho, consagra-te ao teu ministério.” (II Timóteo 4:3-5)


      "Filhinhos, esta é a última hora. Vós ouvistes dizer que o Anticristo vem. Eis que já há muitos anticristos, por isto conhecemos que é a última hora. Eles saíram dentre nós, mas não eram dos nossos. Se tivessem sido dos nossos, ficariam certamente conosco. Mas isto se dá para que se conheça que nem todos são dos nossos." (I João 2:18-19)


      “O que a vós ouve, a mim ouve; o que a vós despreza, a mim despreza. E quem me despreza, despreza Aquele que me enviou “(Luc. 10; 16)”.


      "Os heréticos condenam-se a si mesmos já que por própria opção abandonam a Igreja, um abandono que, sendo consciente, torna-se sua condenação"
      (São Jerônimo - Comentários acerca de Tito, 3,10 - 386 d.C.)

      Excluir
  19. Extremista? Diga-me, onde está o extremismo? Se defender minha fé é ser extremista, você também é um (já que está defendendo a sua)! Esqueceu de Mateus 7?
    R---- O extremismo não está em defender a sua fé, mas da maneira como a defende. Considero um comentário extremista, dizer que todo evangélico é bitolado, pois não dar para classificar como tal o Dr. William Lane Craig, o exterminador de ateus em debates, o homem que fez o maior ateu da atualidade Richard Dawkins fugir do debate, fazendo com que seus amigos ateus o chamassem de covarde. Dawkins debateu com vários bispos, mas com Craig não teve coragem.
    Não julgo os católicos e não considero que a salvação está restrita apenas à igreja evangélica.

    Não sou extremista; só defendo a minha igreja de pessoas ignorantes (sobre catolicismo) e fanáticas como vc (aposto que agora sim você lembrou de Mateus 7).
    R----Não. Você está me chamando de ignorante e fanático devido as minhas respostas, daí você tem o direito de classifica-las de acordo com o seu bem entender. Se você tivesse dito isso logo após o meu primeiro ou o segundo comentário, aí sim diria Mateus 7. Você diz que sou fanático, porém eu entendo o pensamento da igreja católica, embora não concorde, e acredito que há salvação dentro dela. Sou tão fanático que insisto para um cadeirante ir missa e faço questão de levar. Você insistiria para levar alguém à igreja evangélica? Diferente de você, para mim os católicos não são bitolados.

    As verdades que defendi aqui não fazem apenas parte da minha cosmovisão, elas são os fundamentos da verdadeira fé cristã. Para amparar essas verdades tenho a história, a arqueologia, a Bíblia a Igreja Católica e o principal: DEUS!....
    R----Que ironia, a fé evangélica também se baseia na história, na arqueologia, na Bíblia e em Deus também.


    Eu pergunto: se a Igreja não as tivesse conservado, você estaria aqui me enchendo o saco?
    R----Até parece que a igreja evangélica não saiu da católica. Engraçado que agora estou enchendo o saco, mas foi você que encheu de perguntas os comentários.

    Por que será que não existe um único milagre legítimo (que tenha sido tão verificado como são os milagres do catolicismo) relacionados ao protestantismo hein?
    R----Porque não se tornam dogmas

    A oração "Sub Tuum Praesidium", do século III, diz: “À vossa proteção recorremos, Santa Mãe de Deus; não desprezeis as nossas súplicas em nossas necessidades; mas livrai-nos sempre de todos os perigos, ó Virgem gloriosa e bendita. Amém".
    R-----Se Paulo estivesse vivo escreveria uma carta dizendo; quando foi que ensinei isso a vocês? Parecida com a que escreveu para às igrejas da Galácia.

    Você disse: "Posso até não conhecer, mas tenho absoluta certeza que você não É! Católico de verdade agrega e não dispersa."

    De onde você tirou essa certeza? Esqueceu de Mateus 7 de novo hein!
    R----Não esqueci de Mateus 7. O que seria um católico de verdade? É um termo subjetivo, o que é para mim não é para você e vice-versa. Tirei essa certeza dos seus comentários e da minha conclusão a respeito do que seria um católico de verdade, que a meu entender um católico de verdade agrega e não dispersa como você faz, diante disso disse que você não é um católico de verdade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carlos André - A maneira como defendo a minha fé não tem nada de extremista. Você acha isso porque certamente costuma rotular de extremista quem defenda com argumentos lógicos, racionais e BÍBLICOS aquilo que sua limitada visão particular não consegue sustentar.
      Sério mesmo que você considera Richard Dawkins o maior ateu da atualidade? Que piada! Ele não é levado a sério nem pelos ateus! Só os neo-ateus costumam dar crédito às bobagens que ele diz. Ele não debateu com vários bispos como você disse, mas os poucos que debateram com ele simplesmente o ridicularizaram.
      Quanto a William Lane Craig, reconheço que ele é um dos maiores apologistas cristãos da atualidade e admiro muito a sua obra (tenho alguns livros dele). E Craig é um homem sensato e sabe onde pisa, afinal, nunca lança ataques gratuitos à Igreja Católica como vocês fazem com certa frequência (não é uma generalização). E digo mais: se ele fosse católico, seria provavelmente o maior apologista cristão da atualidade.

      Olha aí sua tentativa explícita de deturpar o que escrevi: "Você está me chamando de ignorante e fanático devido as minhas respostas".
      Desonestidade intelectual ou analfabetismo funcional?
      Veja bem, não deturpe o que eu disse. Eu escrevi: "só defendo a minha igreja de pessoas ignorantes (sobre catolicismo) e fanáticas como vc".
      Sim, eu considero você um IGNORANTE EM MATÉRIA DE CATOLICISMO SIM! E não negarei essa afirmação! Isso não tem nada a ver com chamá-lo de ignorante de uma maneira geral (do contrário eu não teria citado catolicismo). E sobre fanatismo, estou apenas usufruindo de uma regra que você lançou: julgar pelos comentários. A julgar pelos seus comentários, posso afirmar com convicção que você é um ignorante em matéria de catolicismo e um fanático sim. Ah, e bitolado, contraditório e incoerente também.

      Mas, para que não pareça tão ofensivo, posso usar das suas mesmas artimanhas, caso você prefira. Então, ficaria exatamente assim a minha afirmação:
      Você se comporta como um completo ignorante em matéria de catolicismo. Você se comporta como fanático protestante. Seu comportamento é igual a de um crente bitolado, contraditório e incoerente.

      Está melhor assim?

      Você: "Que ironia, a fé evangélica também se baseia na história, na arqueologia, na Bíblia e em Deus também."
      Ironia é você comparar uma Igreja que se baseia na história, na arqueologia, na Bíblia e em Deus com seitas que selecionam recortes da história, da arqueologia, de uma Bíblia adulterada e mutilada e pintam um deus self-service e superman (que troca favores e negocia com seus fiéis).


      Você: "Até parece que a igreja evangélica não saiu da católica. Engraçado que agora estou enchendo o saco, mas foi você que encheu de perguntas os comentários."
      A igreja evangélica é um arremedo grotesco da Igreja Católica. Não há comparação! Vocês vieram 1500 anos depois!

      Excluir
    2. Carlos André - E sim, é óbvio que é você que está aqui enchendo o saco. Você me chamou de extremista, entre outras coisas, mas posso te garantir que não fico postando nada em sites evangélicos ou protestantes, simplesmente por discordar deles. No entanto, se algum evangélico vir aqui no meu espaço escrever suas típicas ASNEIRAS, jamais me calarei para ele. Você, porta-voz da razão, incomodou-se com a verdade e veio aqui ENCHER O SACO. E como diz o ditado: "caiu do cavalo", já que a cada novo comentário você mais complica do que explica.

      Mas, tudo bem, indiretamente você está me ajudando em um novo projeto (um livro onde vou reproduzir integralmente estes debates), portanto, CONTINUE!


      Sua resposta sobre Milagres não chegou nem a ser evasiva, foi simplesmente ridícula! Mas, não te culpo, afinal, que culpa você tem se Deus não assina milagres em seitas? Reclame com Ele.


      Você: "Se Paulo estivesse vivo escreveria uma carta dizendo; quando foi que ensinei isso a vocês?"
      Ora, se Paulo estivesse vivo, ele escreveria a vocês: quando foi que ensinei que vocês deveriam fazer uma reforma na Igreja no século XVI? Quando foi que ensinei vocês que deveriam destruir a Unidade cristã e fundar suas seitas 'evangélicas'?


      Quanto a você, um evangélico que mal consegue formular um bom argumento em defesa da sua seita, achar que eu não sou um católico de verdade, isso me soa como um elogio, pois significa que te abalei com meus comentários - daí a razão de você fazer tal afirmação.

      Olha só, ainda falando em ironia, quer ironia maior que um evangélico 'biblista' não conseguir refutar com a Bíblia absolutamente NADA do que um 'católico bitolado' diz?

      Excluir
  20. (ah, desculpe, esqueci que protestante usa versículos bíblicos só para o que lhe convém argumentar em sua defesa, mas esquece esses mesmos versículos quando se trata de julgar/acusar outras pessoas)
    R----Como sempre você generaliza, foi em resposta a esse tipo de comentários que também generalizei em dado momento, não que eu faça isso, mas apenas usei o mesmo nível de debate proposto por você.

    Não posso agregar alguém que insiste em ser um desagregado.
    R-----Eu não ínsito em ser um desagregado, a minha fé não é a católica, mas poderia ser, não pelos seus comentários, pois eles não são convidativos. Já pesquisei a história, inquisição, cruzadas, dogmas, os pontos defendidos pelos católicos e etc. Li, assisti e conversei pessoalmente com defensores do catolicismo e isso foi benéfico para entender o ponto de vista dos católicos, entender sua cosmovisão. Mas eu não posso ir contra aquilo que acredito, “Aquele que tem dúvidas é condenado se comer, porque o que faz não provém de fé; e tudo o que não provém de fé é pecado” (Romanos 14:23). Não tenho fé em certos dogmas católicos.

    A questão é que ao fazer seu comentário você talvez tivesse achado que eu era apenas mais um desses pseudocatólicos que você encontra por aí, que se calam ou não têm argumentos para debater com protestante.
    R-----Claro que não, pseudocatólicos nem se quer leem a Bíblia, muito menos refutaria Felipe Neto usando ela. A questão é que ao fazer esse curto comentário “O discurso de Felipe Neto é mais fácil convencer um católico, e não o contrário como vc disse” Eu me referi aos católicos de uma maneira geral, (como já disse antes), a esses “pseudocatólicos” que você citou agora. Por exatamente isso que você disse; “pseudocatólicos que você encontra por aí, que se calam ou não têm argumentos para debater com protestante” foi que eu disse que é mais fácil de um católico cair nesse discurso. Eles se calam por não terem argumentos, por não lerem a Bíblia, ficam perdidos ao serem questionados, desconhecem versículos famosos, por isso disse que era mais fácil cair no discurso de Felipe Neto, justamente por essa falta de capacidade de contra argumentar, pelo desconhecimento bíblico. Por isso também que 44% dos evangélicos eram católicos e a estimativa é que em 2040 o número de evangélicos ultrapassem os de católicos.
    Agora se você me perguntar quem é mais fácil de cair no discurso de Felipe Neto, católicos como Olavo de Carvalho ou evangélicos como Craig, EU RESPONDO QUE NENHUM DOS DOIS.

    Devo ter te desapontado muito, já que você não sai daqui, mesmo sabendo que nem você vai mudar minha visão e nem eu vou mudar a sua.
    R-----Sim. Como disse desde o começo, não discuto mais religião (há anos e anos, até esse dado momento), tentei me ater ao meu primeiro comentário, mas seus comentários cheios de perguntas e afirmações fez com que eu acabasse respondendo, pois se eu me calasse, eu ficaria como esses “pseudocatólicos” citado por você. Minha intenção NUNCA foi entrar em uma discursão sobre religião, fiz apenas um comentário e caso você o respondesse discordando dele, que o debate ficasse apenas nesse tema. Nunca tive a intenção de mudar a sua visão, mas que você pudesse entender a minha assim como eu entendo a sua.

    Mas, insisto na pergunta: quando você veio aqui comentar, qual era sua pretensão?
    R-----Nenhuma. Embora seu texto sobre Felipe Neto seja longo, fiz apenas uma pequena e única ressalva.
    O que você esperava que eu respondesse? Esperava mesmo que eu concordasse contigo?
    Não se esqueça que toda ação tem uma reação.
    R-----Não esperava nada. Mas o que eu não esperava mesmo era que você conduzisse o debate para uma longa e cansativa discursão sobre religião, isso eu não esperava mesmo. Sobre toda ação ter uma reação... Exato, e foi justamente pela minha reação à sua ação que você disse; “Você aos poucos vai destilando todo seu veneno, continue! Revele a sua face protestante!”

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carlos André - Se você tivesse usado o mesmo nível de debate proposto por mim, certamente não teria escrito tantas bobagens contraditórias.
      Acusar-me de estar generalizando só me dá o direito de dizer que você generalizou desde o seu primeiro comentário aqui: "O discurso de Felipe Neto é mais fácil convencer um católico, e não o contrário como vc disse.". Se isto não é uma generalização, o que seria?

      Meus comentários jamais serão convidativos a qualquer protestante, meu caro! E não faço questão nenhuma de que sejam, já que vocês se consideram os arautos legítimos do Evangelho e a isto, todos nós, católicos, devemos combater com a verdade, mesmo que ela doa ou soe como 'não convidativa'. Não faço questão nenhuma de ser simpático a quem lance inverdades e idiotices sobre a Igreja Católica.

      De que adianta ler a 'história, inquisição, cruzadas, dogmas, os pontos defendidos pelos católicos...'; de que adianta 'assistir e conversar pessoalmente com defensores do catolicismo' se você não absorveu absolutamente NADA do que supostamente ouviu?
      Aliás, fico me perguntando o que um evangélico tão ignorante (SOBRE CATOLICISMO) teria lido a respeito do Catolicismo. Por acaso você já leu algo escrito pelo Padre Júlio Maria, ou Padre Leonel Franca, Padre José Bernard, ou Joel Peters, ou Chesterton, etc? Já leu sobre a Vida dos Santos?

      Você diz: "Não tenho fé em certos dogmas católicos", mas a verdade é que você não tem fé é na Igreja Católica, já que abraça dogmas da igreja evangélica, muitos dos quais não têm qualquer embasamento bíblico (que vocês tanto pregam).

      Quanto à sua desesperada tentativa de me convencer que católicos abraçam mais facilmente o discurso de Felipe Neto, nem preciso argumentar, pois como já disse antes: NÃO É A IGREJA CATÓLICA QUE TÊM REALIZADO CASAMENTOS GAYS POR AÍ.
      Engraçado você vir falar que eu generalizo evangélicos, quando na verdade é você quem está generalizando ao afirmar que "católicos de uma maneira geral" caem mais facilmente no discurso de Felipe Neto. Quanta contradição hein! Eu pelo menos assumo o que escrevo.

      Excluir
    2. Carlos André - Você: "Por isso também que 44% dos evangélicos eram católicos e a estimativa é que em 2040 o número de evangélicos ultrapassem os de católicos".
      Eles não eram católicos praticantes, pois se o fossem jamais abandonariam a Verdadeira Igreja de Cristo. Eles eram simplesmente ignorantes (SOBRE CATOLICISMO) exatamente assim como você, só isso. E não acredito que em 2040 os evangélicos ultrapassarão os católicos, pois muitos evangélicos, caso você desconheça (e certamente desconhece) estão voltando para a Igreja Católica. Duvida? Pesquise você mesmo!
      E sabe por que? Porque os católicos estão acordando! Chega de ficar calado para hereges que só destroem a unidade cristã; chega de aceitar ataques gratuitos e mentirosos de evangélicos bitolados e ignorantes que nada sabem sobre a Igreja Católica (só repetem asneiras de ateus e pastores idiotas e mal intencionados).

      Você: "seus comentários cheios de perguntas e afirmações fez com que eu acabasse respondendo"
      É pra rir? Mostre-me suas respostas, pois só vi achismos e a SUA interpretação pessoal, embasada apenas por você e o que você acha que conhece sobre Catolicismo. Não vi respostas coerentes da sua parte, nem tampouco o tal embasamento bíblico nelas, apenas tentativas desesperadas de fazer valer suas convicções pessoais.

      E se você não tinha qualquer pretensão ao fazer seu comentário, por que o fez? Estranho hein!

      Você não esperava nada porque está acostumado a calar os ignorantes com suas inverdades.


      Você: "Sobre toda ação ter uma reação... Exato, e foi justamente pela minha reação à sua ação que você disse; “Você aos poucos vai destilando todo seu veneno, continue! Revele a sua face protestante!”"

      Não senhor! Não queira inverter a ordem dos fatos. Você comentou primeiro, ou seja, você agiu e eu reagi! E quanto a este comentário que fiz: “Você aos poucos vai destilando todo seu veneno, continue! Revele a sua face protestante!” foi pelas suas insinuações (sobre o tal padre) e seus ataques velados, algo muito comum entre vocês, evangélicos. Não tente se vitimizar, isso é ridículo.

      Excluir
  21. Se o cara quer protestar, se quer seguir seu próprio conceito de livre interpretação bíblica, que o faça à vontade (só Deus poderá julgá-lo por isso), mas que não venha aqui me encher o saco, pois com certeza vai ficar exatamente como você está agora.
    R----Como eu estou? Ou melhor, como você acha que eu estou?

    Nesse ponto eu sou radical mesmo!
    E todo católico que se preze é assim. Vá se acostumando.
    Acho que pela primeira vez na sua vida, você conheceu um católico de verdade.
    R-----Se Acostumando? Sou seguidor de Olavo de Carvalho, esqueceu? A não ser que você não o considere um católico que se preze ou um católico de verdade.
    “Não proclamo nada como dogma da fé, proclamo como sentido das palavras no português. Não estou qualificado para discutir teologia, deixo para pessoas mais preparadas, eu não sou analfabeto em teologia, apenas não considero lícito eu sair por aí proclamando dogmas da fé. Quando proclamo dogmas da fé, repito o que a igreja falou, eu não tenho a obrigação de conferir um por um para ter argumentos meus que seria o que um teólogo faria. Não me considero qualificado para discutir com teólogos de verdade.” (Olavo de Carvalho).
    “A teologia é seria e deve ser discutida seriamente e eu confesso, com tudo que eu estudei que não tenho qualificação para isso. Tenho as obras de Lutero, de Calvino, tenho toda teologia católica, São Tomás, São Bernardo, isso eu li e com tudo isso eu acho melhor eu não me meter.” (Olavo de Carvalho)

    Ao longo dos anos conheci vários católicos, inúmeros defensores do catolicismo e graças a eles passei a entender a sua crença. Vi as perguntas, respostas, refutações de ambos os lados, eu era como um júri num tribunal, garanto que fui imparcial, eu era até meio agnósticos, mas a minha fé foi tragada apenas para Cristo, é nisso que acredito.
    Como disse o dr. William Lane Craig... “Estou convencido de que o protestantismo evangélico é o mais próximo ao cristianismo do Novo Testamento e, por isso, eu sou entusiasticamente evangélico”.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carlos André - Você: "Como eu estou? Ou melhor, como você acha que eu estou?"
      Quer mesmo uma resposta sincera? Pois vou falar o velho e bom português de um ditado popular: "MULHER DE MALANDRO". Conhece essa expressão? Você está exatamente assim: apanha, gosta e 'pede' para apanhar mais. Me valendo de uma expressão mais chula e vulgar, eu diria que você está PUTO da vida. rsrsrsrsrsrs Pelo menos é o que parece (dizem que o sentimento de raiva é semelhante ao amor no quesito obsessão).

      Você dizer que é seguidor de Olavo de Carvalho e mesmo assim insistir em debater com um católico, tentar negar a legitimidade da Igreja de Cristo, menosprezar a santidade de Maria (e etc.) só faz é depreciar ainda mais o conceito que qualquer católico pode ter de ti.


      Quando Olavo disse "Quando proclamo dogmas da fé, repito o que a igreja falou, eu não tenho a obrigação de conferir um por um para ter argumentos meus que seria o que um teólogo faria.", ele apenas deixou muito claro que não é papel de um católico ficar conferindo dogma por dogma, afinal, vocês protestantes o fizeram e olha no que deu! Esse papel cabe única e exclusivamente a quem Cristo designou: a Igreja Católica e seus ministros.

      E quando ele diz: "Tenho as obras de Lutero, de Calvino, tenho toda teologia católica, São Tomás, São Bernardo, isso eu li e com tudo isso eu acho melhor eu não me meter", ao mesmo tempo em que confessa-se católico (e devoto da Virgem Maria), mostra claramente que Olavo não tem dúvidas com relação à veracidade católica (do contrário ele simplesmente se intitularia cristão). Aliás, Olavo, a exemplo dos bilhões de católicos, também acredita que Maria é a Mãe de Deus, claro.

      Excluir
    2. Carlos André - Quanto a seus relatos de imparcialidade no que diz respeito a catolicismo x protestantismo, não duvido que sejam reais, porém, para um ex-ateu como eu, isso não impressiona em nada, já que provavelmente fui muito mais imparcial que você. Digo isso porque fui um ferrenho inimigo da Igreja Católica (a ponto de chegar a invadir igrejas para escarnecer missas) e quando deixei de ser ateu, busquei a Verdade em tudo quanto é religião ou seita protestante. Fiz amizade com muitos, muitos evangélicos. Gravei dezenas de cultos, convivi com pastores (até frequentei a casa de alguns deles), obreiros e membros de várias denominações cristãs (desde grandes igrejas como Mundial, Universal, Assembleia, até essas igrejinhas de garagem). Vi muito pastor falar mal do catolicismo, quebrar imagens, dizer que ia 'profetizar' milagres (Blasfêmia!), induzir crentes a dar dízimos absurdos em troca de favores de Deus e principalmente pregar um cristianismo diferente das outras seitas. E mesmo tendo presenciado tanta coisa errada nas seitas 'evangélicas', a Igreja que eu menos tinha intenção de estudar (longe de fontes ateístas ou protestantes) era a Católica. Eu era um sujeito bitolado e ignorante (SOBRE CATOLICISMO) assim como você, só que bem pior (acredito eu).
      Pois bem, foi justamente na Igreja Católica que encontrei a Verdade (e ela me libertou). Para um ex-ateu como eu, sabe qual foi o fator preponderante para optar pela Verdade Católica?
      Foi a assinatura de Deus (no caso os milhares de milagres do Senhor pela intervenção dos Santos e da Virgem Maria; os milagres Eucarísticos, os Santos incorruptos...). Deus é único e assina uma única religião. Foi essa verdade que me levou a Deus e à Igreja Católica. Foram anos e anos de leitura, tanto de obras protestantes, quanto de obras católicas (e claro, ateístas também). Como resultado, hoje tenho mais de 400 livros só relacionados a isso. Comparei minuciosamente ambas as doutrinas (embora existam centenas no meio evangélico), estudei a história das igrejas e seus personagens principais. Estudei escritos cristãos antigos, me aprofundei em arqueologia bíblica, na vida dos Santos, nos estudos marianos e da Patrística; assisti inúmeros vídeos (inclusive todos os debates de Craig, Lennox...) e tudo o mais que você possa imaginar. Sei que isso não lhe interessa, só estou tocando no assunto porque você citou sua experiência pessoal e expôs sua conclusão.
      Talvez por ter me aprofundado mais em obras católicas que você, posso afirmar com plena e absoluta convicção que DEUS EXISTE, É ÚNICO E TEM APENAS UMA IGREJA/RELIGIÃO: A CATÓLICA. E Ele faz questão de assinar os milagres somente nesta igreja.
      É tudo muito, muito claro. Só não vê quem não quer abrir mão de suas 'verdades' ou de seu orgulho.
      Claro, você pode seguir o conceito que segue Craig, mas eu prefiro seguir o que sempre seguiram os antigos Pais e Doutores da Igreja e o que seguem apologistas como o bioquímico Michael Behe ou o padre, físico e filósofo Michal Heller, por exemplo. Não porque sejam católicos, mas, sobretudo, porque a contribuição que estes homens (do passado e do presente) deram à ciência, à história, à filosofia, à teologia, às artes e etc. são infinitamente incomparáveis.

      Excluir
    3. “Onde está Cristo Jesus, está a Igreja católica.” (Santo Inacio de Antioquia - Carta aos erminenses 8,2)


      “Não te afaste da Igreja: Nada é mais forte do que ela. Ela é a tua esperança, o teu refúgio. Ela é mais alta que o céu e mais vasta que a terra. Ela nunca envelhece”.
      São João Crisóstomo (350-407)


      "Eu não creria no Evangelho, se a isto não me levasse a autoridade da Igreja Católica"
      Santo Agostinho (354-430)


      "Não pode ter Deus por Pai no céu quem não tem a Igreja por mãe na terra”
      São Cipriano (†258), Bispo de Cartago


      “Com efeito, desde a descida até nós do Verbo encarnado, todas as Igrejas cristãs de toda parte consideram e continuam considerando a grande Igreja que está aqui em Roma como única base e fundamento, visto que, segundo as próprias promessas do Salvador, as portas do inferno nunca prevalecerão contra ela.”
      São Máximo Confessor (580-662)



      "Quem não ama a Igreja, não ama Jesus Cristo”
      (Papa Paulo VI)




      Já diziam os 'cristãos primitivos':
      “Ubi Petrus, ibi ecclesia;
      ubi ecclesia, ibi Christus”
      “Onde está Pedro, está a Igreja;
      onde está a Igreja, está Cristo”

      Excluir
    4. Carlos André - Bom, já que você me vê como um falso católico, vou lhe deixar as palavras do professor e historiador católico já falecido Orlando Fedeli sobre a Igreja; trata-se de um dos resumos mais lógicos, coerentes e diretos sobre o tema. Mais claro que isso impossível.



      "COMO SURGIU A IGREJA CATÓLICA
      Se Jesus Cristo disse que fundou uma Igreja, é claro que existe a Igreja de Jesus Cristo, pois Ele, sendo Deus, não pode mentir.

      Se essa Igreja existe, ela tem que ser facilmente reconhecida, pois de nada adiantaria fundar uma Igreja se ela não pudesse ser reconhecida. Logo a Igreja fundada por Cristo deve ser facilmente reconhecida.

      Ora, Cristo disse a Simão, filho de Jonas: "Bem aventurado és tu, Simão, filho de Jonas, porque não foi a carne, e o sangue que te revelaram isso, mas meu Pai que está nos céus. Por isso Eu te digo que tu és Pedro, e sobre essa pedra edificarei a minha Igreja, e as portas do inferno não prevalecerão sobre ela". (Mt XVI, 17-18).

      Então, Cristo fundou a sua Igreja sobre Pedro, constituindo-o como autoridade fundamental da Igreja. Prova disso são as palavras que Cristo acrescentou então: "Eu te darei as chaves do Reino dos Céus; e tudo o que ligares sobre a terra, será ligado também nos céus; e tudo o que desatares sobre a terra, será desatado também nos céus" (Mt. XVI, 19).

      Ora quem tem as chaves de alguma coisa, é quem tem a autoridade sobre ela.

      E essa autoridade de Pedro era infalível, pois tudo o que Pedro decidiu sobre a terra é porque já foi decidido nos céus. Logo, Pedro quando decide como Vigário de Cristo, no lugar de Cristo, usar o poder que Cristo lhe deu, é infalível.

      A Igreja fundada por Cristo necessariamente tem que ser infalível. Ora, a única Igreja que se afirma infalível é a Igreja Católica Apostólica Romana. Logo, ela é a Igreja infalível de Cristo.

      Todas as demais seitas que se dizem evangélicas não se dizem infalíveis. Logo, elas mesmas se reconhecem falíveis. Logo, elas mesmas admitem que erram, e que não são a Igreja de Cristo, que tem que ser infalível.


      In Corde Jesu, semper,
      Orlando Fedeli.



      [A interpretação protestante de que a pedra é o próprio Jesus não tem lógica alguma, é um argumento muito fraco, criado pelo Pai da Mentira. É só ler o versículo seguinte: “Eu te darei as chaves do Reino dos céus...”. Se Jesus não fundasse a Igreja sobre Pedro, por quê iria lhe entregar as chaves do Reino? E por quê lhe daria o poder: “tudo o que ligares na terra será ligado nos céus, e tudo o que desligares na terra será desligado nos céus”.(Mt 16,19).?]"

      Excluir